Antônio da Silveira Mendonça :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


Antônio da Silveira Mendonça

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Antônio da Silveira Mendonça tem uma vasta carreira como tradutor, historiador e estudioso da língua latina, trilhada especialmente no ambiente acadêmico. Em 1956, graduou-se  em Línguas Clássicas pela Universidade de São Paulo (USP), local onde também foi titulado Doutor (1972) e Pós-Doutor (1986) na mesma área de estudos.

Foi orientador de diversas dissertações de mestrado e teses de doutorado em Letras Clássicas. Suas atividades de pesquisa envolvem estudos linguísticos, culturais e históricos e traduções de obras de diferentes autores romanos como Os Remédios do amor (Remedia Amoris) e Os cosméticos para o rosto da mulher (De medicamine faciei feminae) de Ovídio, A conjuração de Catilina (Bellum Catilinae) e A guerra de Jugurta (Bellum Iugurthinum) de Salústio e A guerra civil (Bellum civile) de Caio Júlio César.

Integrou o Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade de Campinas (Unicamp) como professor e pesquisador. Na Revista de arqueologia e história desta universidade publicou a tradução de Naturalis Historia , um tratado de caráter enciclopédico escrito por Plínio, envolvendo a pintura e outras artes.

Antônio Silveira da Mendonça ainda publicou a tradução de Sobre a pintura (De Pictura), um texto renascentista do italiano Leon Battista Alberti, e um texto técnico transladado do francês.

Verbete publicado em 3 de June de 2005 por:
Luiz Henrique Milani Queriquelli
Mauri Furlan

Excertos de traduções

Trecho do capítulo XXXVI de Bellum Catilinae , de Salústio. Tradução de Antônio da Silveira Mendonça.

Ea tempestate mihi imperium populi Romani multo maxime miserabile visum est. cui cum ad occasum ab ortu solis omnia domita armis parerent, domi otiumatque divitiae, quae prima mortales putant, affluerent, fuere tamen cives, qui seque remque publicam obstinatis animis perditum irent. Namque duobus senati decretis ex tanta multitudine neque praemio inductus coniurationem patefecerat neque ex castris Catilinae quisquam omnium discesserat: tanta vis morbi atque uti tabes plerosque civium animos inuaserat.

Foi nessa ocasião que, a meu ver, o império romano esteve na sua maior desventura. Numa época em que, do nascer ao pôr do sol, tudo estava sujeito ao seu domínio armado, quando ao país afluíam a paz e as riquezas, bens que os mortais têm por primordiais, houve, no entanto, cidadãos que, com espírito obstinado, se levantaram para arruinar a si e à república. Apesar de dois decretos do senado, da tão grande multidão dos conjurados não houve um que, mesmo aliciado por recompensa, denunciasse o acampamento de Catilina. Tão grande e profundo era o mal que, como uma peste, invadia a alma da maioria da nação

Bibliografia

Traduções Publicadas

BATTISTA, L. Da Pintura. [Por Antônio da Silveira Mendonça.] Campinas: UNICAMP, 1989. (De Pictura)

CESAR, Caio Julio. "Guerra civil". [Por Antônio da Silveira Mendonça.] In: NOVAK, M G. (Org.) Antologia Bilíngue de Escritores Latinos. São Paulo: Dlcv/Fflch-Usp, 1988. Reedição: São Paulo: Estação Liberdade, 1999. (Bellum civile)

CHARBONNEAU, P. Lógica e Metodologia. [Por Antônio da Silveira Mendonça.] São Paulo: Epu, 1986. Obra própria. (Logique et Méthodologie)

MARCELINO, Amiano. Juliano diz adeus à vida (título dado pelo tradutor a capítulo extraído de Rerum gestarum libri XXXI ) . [Por Antônio da Silveira Mendonça.] In: NOVAK, M G. (Org.) Antologia Bilíngue de Escritores Latinos. São Paulo: Dlcv/Fflch-Usp, 1988.

OVÍDIO. Os Remédios do Amor e Os Cosméticos Para O Rosto da Mulher. [Por Antônio da Silveira Mendonça.] São Paulo: Nova Alexandria, 1994. (Remedia Amoris et De medicamine faciei feminae)

PLÍNIO. Sobre a pintura. [Por Antônio da Silveira Mendonça.] Campinas: Revista de Arqueologia e história, 1996. (Naturalis Historia)

SALÚSTIO. A conjuração de Catilina e A Guerra de Jugurta . [Por Antônio da Silveira Mendonça.] Petrópolis: Vozes, 1990. (Bellum Catilinae e Bellum Iugurthinum)

Obra própria

Ensaio

MENDONÇA, Antônio da Silveira. Poema de Catulo de acordo com alguns dados da linguística moderna. In: PINTO, N. F; BRANDÃO, J. L. (Orgs.). Cultura Clássica em Debate: Estudos de Arqueologia, Historia, Filosofia, Literatura e Linguística Greco-Romana. Belo Horizonte: Ufmg-Sbec/CNPq, 1987.

Antologias

MENDONÇA, Antônio da Silveira. "C. Iuli Caesaris". In: NOVAK, M. G.; NERI, M. L.; PETERLINI, A. A. (Orgs.). Historiadores latinos: antologia bilíngue. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

MENDONÇA, Antônio da Silveira. "Amiani Marcellini". In: NOVAK, M. G.; NERI, M. L.; PETERLINI, A. A. (Orgs.). Historiadores latinos: antologia bilíngue. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

MENDONÇA, Antônio da Silveira. "C. Sallusti Crispi". In: NOVAK, M. G.; NERI, M. L.; PETERLINI, A. A. (Orgs.). Historiadores latinos: antologia bilíngue. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.