Teresa Cristófani Barreto :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


Teresa Cristófani Barreto

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Maria Teresa Cristófani de Souza Barreto ou Teresa Cristófani Barreto, como assina alguns trabalhos publicados, é professora titular da Universidade de São Paulo. Graduada em Português e Espanhol (1978), mestre em Letras (Língua Espanhola e Literatura Espanhola e Hispano-Americana - 1987) e doutora em Letras (Língua Espanhola e Lit. Espanhola e Hispano-Americana - 1993), atualmente é professora sênior da Universidade de São Paulo. Atua como membro de conselhos editoriais e assessoria científica, e também é responsável por desenvolver materiais para vários sites, tanto institucionais como acadêmicos na área de Letras.

A sua experiência acadêmica se concentra nos estudos literários do  Barroco, Neobarroco, e Antibarroco, e na literatura latino-americana contemporânea. O memorial escrito por ela para a defesa do título de professora titular apresentado à Universidade de São Paulo, acrescenta mais informações sobre a sua trajetória acadêmica e, principalmente, sobre a descrição do processo de tradução dos projetos desenvolvidos sobre os textos de Sor Juana Inés de la Cruz e Virgílio Piñera. Traduziu e publicou os ensaios de Sor Juana Inés de la Cruz, Carta de Sor Filotea de la Cruz e Resposta da poetisa a mui ilustre sor Filotea de la Cruz e os contos de Virgilio Piñera, escritor cubano, da língua espanhola para a língua portuguesa do Brasil. Organizou juntamente com a professora Vera Mascarenhas o livro Letras sobre o espelho - sor Juana Inés de la Cruz, em que há uma seleção de textos da poetisa mexicana, em prosa e verso, traduzida para o vernáculo e bilíngue. É autora de A libélula, a pitonisa - Revolução, homossexualismo e literatura em Virgílio Piñera, apresentado por João Alexandre Barbosa, que fez parte da lista dos finalistas no prestigiado prêmio Casa de las Américas, Cuba, em 1996. A receita de Mario Tatini, Calentura e Letras sobre o espelho - sor Juana Inés de la Cruz, em conjunto com Vera Mascarenhas, obra específica de textos em prosa e verso de Sor Juana, teve ampla repercussão no seu lançamento, o que rendeu à professora e tradutora diversas entrevistas e resenhas, publicadas em jornais de veiculação cotidiana e acadêmica sobre o processo de tradução e o lançamento do livro.

Informações disponíveis em:  <http://fflch.usp.br/sites/fflch.usp.br/files/Teresa_Cristofani_Barreto.pdf>. Acesso em 14 de fev. 2018 

 

Verbete publicado em 14 de March de 2018 por:
Mara Gonzalez Bezerra
Andréa Cesco

Excertos de traduções

Excerto de Letras sobre o Espelho: Sor Juana Inés de la Cruz, de Sor Juana Inés de la Cruz. Tradução de Tereza Cristófani Barreto.

Respuesta de la poetisa a la muy ilustre. Sor Filotea de la Cruz.

Resposta da poetisa à mui ilustre Sor Filotea de la Cruz

Muy ilustre Señora, mi Señora: No mi voluntad, mi poca salud y mi justo temor han suspendido tantos días mi respuesta. ¿Qué mucho si, al primer paso, encontraba para tropezar mi torpe pluma dos imposibles? El primero (y para mí el más riguroso) es saber responder a vuestra doctísima, discretísima, santísima y amorosísima carta. Y si veo que preguntado el Ángel de las Escuelas, Santo Tomás, de su silencio con Alberto Magno, su maestro, respondió que callaba porque nada sabía decir digno de Alberto, con cuánta mayor razón callaría, no como el Santo, de humildad, sino que en la realidad es no saber algo digno de vos. El segundo imposible es saber agradeceros tan excesivo como no esperado favor, de dar a las prensas mis borrones: merced tan sin medida que aun se le pasara por alto a la esperanza más ambiciosa y al deseo más fantástico; y que ni aun como ente de razón pudiera caber en mis pensamientos; y en fin, de tal magnitud que no sólo no se puede estrechar a lo limitado de las voces, pero excede a la capacidad del agradecimiento, tanto por grande como por no esperado, que es lo que dijo Quintiliano: Minorem spei, maiorem benefacti gloriam pereunt. Y tal que enmudecen al beneficiado.

Mui ilustre Senhora, minha Senhora: Não minha vontade, minha pouca saúde e meu justo temor deixaram tantos dias suspensa minha resposta. Como poderia fazê-lo se, no primeiro passo, encontrava para tropeçar minha torpe pluma dois impossíveis? O primeiro (e para mim o mais rigoroso) é saber responder a vossa doutíssima, discretíssima, santíssima e amorosíssima carta. E se vejo que interrogado o Anjo das Escolas, Santo Tomás, sobre seu silêncio com Alberto Magno, seu mestre, respondeu que calava porque nada sabia dizer digno de Alberto, com não menor razão calaria, não como o Santo por humildade, mas na realidade por não saber algo digno de vós. O segundo impossível é saber agradecer-vos tão excessivo como não esperado favor de dar ao prelo meus borrões: mercê tão sem medida que superaria até mesmo a esperança mais ambiciosa e o desejo mais fantástico; e que nem sequer como ente da razão poderia caber em meus pensamentos; e enfim, de tal magnitude que não só não pode ser estreitada à limitação das palavras, mas excede a capacidade de agradecimento, tanto por grande quanto por não esperado , que é o que afirmou Quintiliano: Minorem spei, maiorem benefacti gloriam pereunt. e de tal maneira que emudecem o beneficiado.

 

 

CRUZ, Sor Juana Inés de la. Respuesta de la poetisa a la muy ilustre Sor Filotea de la Cruz. Disponível em <ensayistas.org>. Acesso em 10 dez 2017.

BARRETO, Teresa Cristófani. DE CAMPOS, Vera Mascarenhas. (Orgs). Letras sobre o Espelho. Sor Juana Inés de La Cruz. Tradução do texto em prosa: Tereza Cristófani Barreto. Tradução dos poemas: Vera Mascarenhas de Campos. São Paulo: Iluminuras. 1989. (pp. 61-62)

Bibliografia

Traduções Publicadas

BARRETO, Teresa Cristófani. DE CAMPOS, Vera Mascarenhas. (Orgs). Letras sobre o Espelho. Sor Juana Inés de La Cruz. [texto em prosa por: Tereza Cristófani Barreto] [poemas por: Vera Mascarenhas de Campos] São Paulo: Iluminuras. 1989.

PIÑERA, Virgilio – Contos Frios seguidos de outros contos. [Por: Tereza Cristófani Barreto] Introdução de José Rodríguez Feo. Posfácio de Tereza Cristófani Barreto. São Paulo, Iluminuras, 1989.  

 

Obra própria

Capítulo de livro sobre tradução

BARRETO, Teresa Cristófani. A tradução e a transparência. In: Jorge Schwartz. (Org.). Borges no Brasil. São Paulo: UNESP/FAPESP/Imprensa Oficial do Estado, 2001, v. , p. 175-184. Capítulo de livro.

Outras produções sobre tradução

BARRETO, Teresa Cristófani; Pablo Rocca. Prefácio. São paulo: Humanitas/FAPESP, 2007. (Tradução/Outra).

BARRETO, Teresa Cristófani. Solapas à tradução. São Paulo, 1999. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)

BARRETO, Teresa Cristófani; MOLLOY, S. Prefácio. São Paulo: Globo, 1996. (Tradução/Livro).

Tradução de Artigos

BARRETO, Teresa Cristófani; PIÑERA, V. Autobiografia. São Paulo: Revista USP, 2000. (Tradução/Outra)

BARRETO, Teresa Cristófani; SARLO, B. Introdução de Beatriz Sarlo a Jorge Luis Borges, El informe de Brodie. São Paulo: Globo, 1995. (Tradução/Artigo).

BARRETO, Teresa Cristófani; Rodríguez Pérsico, A.Borges, 1970: em busca do projeto perdido. São Paulo: Globo, 1995. (Tradução/Artigo).

BARRETO, Teresa Cristófani; VITIER, C. A terra adivinhada. São Paulo: Revista USP, 1994. (Tradução/Artigo).

BARRETO, Teresa Cristófani; FERNANDEZ FERRER, A. A aproximação a História da eternidade. São Paulo: Globo, 1993. (Tradução/Artigo).

BARRETO, Teresa Cristófani; BORGES, J. L. ; KODAMA, M. Textos introdutórios de Borges e María Kodama a Jorge Luis Borges, O Aleph. São Paulo: Globo, 1992. (Tradução/Artigo).

BARRETO, Teresa Cristófani; DONOSO, J. O lugar sem limites. São Paulo: Revista Leia, 1990. (Tradução/Artigo).

BARRETO, Teresa Cristófani; DONOSO, J. Não há dever na literatura. São Paulo: Revista Leia, 1990. (Tradução/Artigo).

BARRETO, Teresa Cristófani; CABRERA Infante, G. Vidas para lê-las. São Paulo: Revista Leia, 1989. (Tradução/Artigo).

BARRETO, Teresa Cristófani. Tradução do espanhol dos textos da XVII Bienal de São Paulo. 1983. (Editoração/Catálogo).

 

Texto em jornal de notícias sobre tradução

BARRETO, Teresa Cristófani. Octavio Paz trata da vida e obra de Juana Inés de la Cruz. Sor Juana sou eu. In: Jornal de Resenhas, jornal Folha de São Paulo.  Sábado, 13 de Novembro de 1999 Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/fsp/resenha/rs1311199913.htm>. Último acesso em 10 dez. 2017. Entrevista.

BARRETO, Teresa Cristófani. Tradução ofusca sutilezas de Virgilio Piñera. Caderno 2 de O Estado de São Paulo, São paulo, p. 04 - 04, 06 dez. 1990.

 

Apresentação de Trabalho sobre tradução

BARRETO, Teresa Cristófani. CAMPOS, H. ; XAVIER, I. ; KULIKOWSKI, M. Z. ; VILELA, M. J. A tradução como crítica em Sor Juana Inés de la Cruz. 1992.

 

Livros publicados

BARRETO, Teresa Cristófani. A libélula, a pitonisa. São Paulo, FAPESP/Iluminuras, 1999. ensaio.

BARRETO, Teresa Cristófani. A Receita de Mario Tatini. São Paulo, Iluminuras, 2004. Gastronomia brasileira.

BARRETO, Teresa Cristófani. Calentura. São Paulo, Iluminuras,  2005. novela

 

Capítulos de livros publicados

 

BARRETO,Teresa Cristófani. Lezama devora o magro Virgilio. In: Rita Molinero. (Org.). La memoria del cuerpo. San Juan de Puerto Rico: Plaza Mayor, 2002, v. , p. 261-269. Capítulo de livro.

BORGES, Pedro; BARRETO,Teresa Cristófani. Onde o vento faz curva. In: Pedro Borges. (Org.). Canto Periférico. 1ed.São Paulo: Com Arte, 2011, v. , p. 09-12. Capítulo de livro.

RIBEIRO, M. P. G. ; Teresa Cristófani Barreto. Apresentação. Águas-Fortes Portenhas. 1ed.São Paulo: Iluminuras, 2013, v. 1, p. 1-4. Capítulo de livro.

 

Resenhas, entrevistas e textos em jornais sobre a publicação de Letras no Espelho

 

BITTENCOURT, Marcelo.  Programa Vamos ler especial. In: na Rádio USP FM, levado ao ar duas vezes em maio/1989 e duas vezes em dez/1989. Disponível em:

<http://fflch.usp.br/sites/fflch.usp.br/files/Teresa_Cristofani_Barreto.pdf> p. 11. Último acesso em 10 dez. 2017. Entrevista.

COUTINHO, Eduardo F.  O direito à palavra. Suplemento Idéias do Jornal do Brasil. Rio de Janeiro, 10/jun/1989, p. 10. Último acesso em 10 dez. 2017.

DUARTE, Júlio Carlos. Sobre a poesia de Sor Juana Inés de la Cruz. Suplemento Caderno 2 de O Estado de São Paulo, 3/jun/1989, p. 4, com chamada na primeira página do jornal: “Sor Juana em sua mais fiel tradução”. Entrevista.

DUARTE, Júlio Carlos. Poemas do claustro. in: Revista Leia. São Paulo, jun/1989, p. 47.

FERREIRA DA SILVA, Dora. A palavra armada contra a noite. In: Jornal da Tarde. São Paulo, 20/mai/1989, p. 9.

LOBO, Júlio César.  A poesia barroca de Sor Juana Inés de la Cruz. in Suplemento Caderno 2. Jornal A Tarde. Salvador, 23/out/1989, p. 1.

MOURÃO,  Ronaldo Rogério de Freitas. Sor Juana e a Astronomia. In: Jornal do Brasil, 26/jun/1989, 1o caderno, p. 11.

NASCIMENTO, Milton Meira do. Sor Juana sou eu. In: (Org.). Jornal de Resenhas Seis anos (abril 1995 - abril 2001). São Paulo: Discurso, 2001, v. 2, p. -.

 

RIBEIRO, Gilvan P. Sobre mulheres e reflexos. in: Tribuna da Tarde. Juiz de Fora, 17/fev/1990, p. 4.  

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.