Rosa Freire D' Aguiar :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


Rosa Freire D' Aguiar

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Rosa Freire D'Aguiar Furtado nasceu em 28 de agosto de 1948, no Rio de Janeiro. Formou-se bacharel em Comunicação/Jornalismo pela PUC-RJ e trabalhou em diversos órgãos de imprensa, como as revistas Fatos & Fotos, Manchete e Pais & Filhos. Também foi correspondente em Paris da revista Istoé e do Jornal da República, de São Paulo.

Como jornalista, Rosa Freire D'Aguiar já entrevistou algumas personalidades do mundo literário e artístico, como Georges Simenon, Roland Barthes, Rudolf Nureyev, Eugène Ionesco, Marc Chagall e Salvador Dali. Nos anos 80, foi membro do Conselho Editorial, editora e tradutora da Editora Paz e Terra, de São Paulo.

Rosa traduz do francês, do espanhol e do italiano. Desses idiomas, o primeiro que aprendeu foi o francês, ainda na infância, nos colégios em que estudou. Mais tarde fez o curso completo da Aliança Francesa, morou durante catorze anos em Paris, de 1987 a 2001, e desde 1987 reside na capital francesa durante cinco ou seis meses por ano.

Aprendeu espanhol em cursos diversos de língua e literatura, feitos no Brasil e na França, e em inúmeras viagens à Espanha, de 1974 a 1985, como correspondente de jornais brasileiros na Europa.

Também esteve na Itália para trabalhos jornalísticos, onde aprofundou o conhecimento de italiano obtido em cursos no Instituto Italiano di Cultura, no Rio de Janeiro e em Paris.

Seu trabalho tradutório compreende mais de 60 obras publicadas, além de versão do português para o francês e adaptações do português de Portugal para o português do Brasil. Todos os livros traduzidos são das áreas de literatura e ciências humanas/sociais e dentre os traduzidos destacam-se autores como Ernesto Sábato, Manuel Vázquez Montalbán e Louis-Ferdinand Céline.

Atualmente, é tradutora da Companhia das Letras, desde 1990.

Verbete publicado em 1 de March de 2006 por:
Rebeca Miscow Machado
Walter Carlos Costa

Bibliografia

Traduções Publicadas

Althusser, Louis. O futuro dura muito tempo. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1993. (L'avenir dure longtemps).

Andahazi, Federico. As piedosas. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Companhia das Letras, 1998. (Las piadosas).

Aubert, Brigitte. A morte do bosque. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. (La mort des bois).

Aubert, Brigitte. Réquiem caribenho. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2001. (Requiem Caraïbe).

Barbero, Alessandro. Bela vida e guerras alheias do fidalgo Mr. Pyle. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Companhia das Letras, 1997. (Bella vita e guerre altrui di Mr. Pyle).

Bottéro, Jean. Nascimento de Deus. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Paz e Terra, 1995. (Naissance de Dieu).

C. Dickens, Fruttero & Lucentini. A verdade sobre o caso D. [Por: Rosa Freire d'Aguiar; co-tradução com Paulo Henriques Britto]. São Paulo: Companhia das Letras, 1993. (La verità sul caso D.).

Calvino, Ítalo. O general na biblioteca. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Companhia das Letras, 2001. (Prima che tu dica Pronto).

Céline, Louis-Ferdinand. A vida e obra de Semmelweiss. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. (La vie et l'oeuvre de Philippe-Ignace Semmelweiss).

Céline, Louis-Ferdinand. De castelo em castelo. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2004. (D'un château l'autre).

Céline, Louis-Ferdinand. Viagem ao fim da noite. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1994. (Voyage au bout de la nuit).

Chamoiseau, Patrick. Texaco. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.(Texaco).

Citati, Pietro. Goethe. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. (Goethe).

Citati, Pietroi. Proust. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Companhia das Letras, 1999. (La colomba pugnalata).

Darieussecq, Marie. Porcarias. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Companhia das Letras, 1997. (Truismes).

Darrieussecq, Marie. Nascimento dos fantasmas. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Companhia das Letras, 1999. (Naissance des fantomes).

Debret, Jean-Baptiste e outro. Rio de Janeiro, cidade mestiça. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2001. (Rio de Janeiro - la ville métisse).

Dorfman, Ariel. O longo adeus a Pinochet. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2003. (El largo adiós a Pinochet).

Ferro, Marc. História das colonizações. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. (Histoires colonisations).

Finkielkraut, Alain. A memória vã. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Paz e Terra, 1990. (La Mémoire vaine : du crime contre l'humanité).

Gattégno, Jean-Pierre. A noite do professor. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Companhia das Letras, 1995. (La nuit du professeur).

Gattégno, Jean-Pierre. Neutralidade suspeita. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1993. (Neutralité malveillante).

Gattégno, Jean-Pierre. Transferência mortal. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1999. (Mortel transfert).

Goytisolo, Juan. A saga dos Marx. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. (La saga de los Marx).

Gruzinski, Serge. A passagem do século: 1480-1520. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1999. (Le passage du siècle, 1480-1520).

Gruzinski, Serge. O pensamento mestiço. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2001. (La pensée métisse).

Hans, Marie-Françoise. As mulheres e o dinheiro. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Paz e Terra, 1991. (Les femmes et l'argent).

Hatzfeld, Jean. Uma temporada de facões - relatos do genocídio em Ruanda. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2005. (Une saison de machetes).

Herzog, Maurice. Annapurna. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Companhia das Letras, 2001. (Annapurna, premier huit Mille).

Kaplan, Leslie. O psicanalista. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2001. (Le Psychanaliste).

Kross, Jaan. O louco do czar. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1992. (Le Fou du Tzar).

Lapouge, Gilles. Equinociais. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. Campinas: Pontes Editores, 1994. (Equinoxiales).

Lévi-Strauss, Claude. Tristes Trópicos. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Companhia das Letras, 1996. (Tristes tropiques).

Leys, Simon. A morte de Napoleão. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1993. (La mort de Napoléon).

Louys, Pierre. A falsa Esther. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. In: Contos de horror do século XIX, vários autores, seleção de Alberto Manguel. São Paulo: Companhia das Letras, 2005. (La fausse Esther).

Márai, Sándor. As brasas. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Companhia das Letras, 1999. (Le braci).

Muñoz Molina, Antonio. Sefarad. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2003. (Sefarad).

Nora, Dominique. O abraço do samurai. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Paz e Terra, 1992. (L'étreinte du samouraï).

Orsenna, Erik. A exposição colonial. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Paz e Terra, 1990. (L'exposition coloniale).

Padura, Leonardo. Máscaras. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Companhia das Letras, 2000. (Máscaras).

Pérez-Reverte, Arturo. A carta esférica. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2001. (La carta esférica).

Perrault, Charles. O pequeno polegar. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Companhia das Letrinhas, 2005. (Le petit poucet). Ilustrações de Clotilde Perrin.

Pianzola, Maurice. Os papagaios amarelos. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. Brasília: Alhambra, 1992. (Les perroquets jaunes).

Piglia, Ricardo. Dinheiro queimado. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. (Plata Quemada).

Raeders, Georges. O inimigo cordial do Brasil. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Paz e Terra, 1988. Coleção Leituras. São Paulo: Paz e Terra, 1997. (Lê comte de Gobineau au Brèsil). Edição de bolso: O conde de Gobineau no Brasil.

Sábato, Ernesto. Sobre heróis e tumbas. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2002. (Sobre héroes y tumbas).

Sarlo, Beatriz. "Beleza". [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. In: A paixão e a exceção. São Paulo: Companhia das Letras, 2005. (La pasión y la excepción).

Semprún, Jorge. A escrita ou a vida. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1995. (La escritura o la vida).

Semprún, Jorge. Netchaiev está de volta. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Paz e Terra, 1988. (Netchaiev est de retour).

Semprún, Jorge. Vinte anos e um dia. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2004. (Veinte años y un día)

Soublin, Jean. A república dos vencidos. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1999. (Le cham d'asile).

Soublin, Jean. D. Pedro II, o Defensor perpétuo do Brasil. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Paz e Terra, 1996. (Je suis l'empereur du Brésil).

Soublin, Jean. O comitê de riscos. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Paz e Terra, 1989. (Le Comité des risques).

Truffaut, François. Hitchcock/Truffaut. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2004. (Hitchcock/Truffaut).

Vargas Llosa, Mario. Os cadernos de don Rigoberto. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1997. (Los cuadernos de don Rigoberto).

Vázquez Montalbán, Manuel. O homem da minha vida. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2003. (El hombre de mi vida).

Vázquez Montalbán, Manuel. O senhor dos bonsais. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2002. (El señor de los bonsáis).

Vázquez Montalbán, Manuel. O estrangulador. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia da Letras, 1999. (El estrangulador).

Vázquez Montalbán, Manuel. O profeta impuro. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Companhia das Letras, 1995. (Galindez).

Vernant, Jean-Pierre. O universo, os deuses, os homens. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 2000. (L'Univers, les dieux, les hommes).

Winckler, Martin. O mal de Sachs. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. São Paulo: Companhia das Letras, 1999. (La maladie de Sachs).

Versão português - francês:

Ivo, Gonçalo. Le livre des arbres. [Por: Rosa Freire d'Aguiar]. Rio de Janeiro: Sextante, 2000. (O livro das árvores).

Adaptações português europeu - português brasileiro:

Duby, Georges (Org.). História medieval da Europa. [Por: Mário Dias Correia (edição portuguesa). Adaptação do texto e notas de Rosa Freire d'Aguiar (edição brasileira)]. São Paulo: Paz e Terra, 1997. (Histoire artistique de l'Europe).

Zimler, Richard. O último cabalista de Lisboa. [Por: Rosa Freire d'Aguiar] São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

Obra própria

Aguiar, Rosa Freire d'. Memória de Tradutora: entrevista a Marlova Aseff e Dorothée de Bruchard. Florianópolis: Escritório do Livro / NUT, 2004.

Furtado, Celso. Obra autobiográfica de Celso Furtado, 3 volumes. São Paulo: Paz e Terra, 1997.

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.