Paulo Bezerra :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


Paulo Bezerra

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Natural do Estado da Paraíba, Paulo Azevedo Bezerra nasceu em 7 de fevereiro de 1940. Professor, tradutor e ensaísta, é graduado em História e Filologia, com especialização em tradução, pela Lomonóssov State University (1969), de Moscou, e em Língua Portuguesa e Literatura, pela Universidade Gama Filho/RJ (1976). Mestre e Doutor em Letras pela PUC-Rio, professor de Teoria Literária e Literatura Brasileira pela UFF, atualmente exerce a livre-docência em Literatura Russa pela USP.

Entre os anos de 1963 a 1971, morou em Moscou, na ex-União Soviética,  onde começou a traduzir, inicialmente como prática acadêmica no curso de tradução, e em seguida, na Rádio Moscou. De volta ao Brasil, paralelamente à atividade como professor, deu início a um importante trabalho de tradução da língua russa para o português. Embora fosse familiarizado com idiomas como o espanhol, o francês e o italiano, traduziu exclusivamente do idioma eslavo.

Paulo Bezerra traduziu mais de 30 títulos, em todas as áreas de conhecimento e dos mais diversos autores, de Vigotski a Bakhtin, de Kopnin a Dostoiévski. Devido à diversidade de títulos traduzidos, para verter obras da área de ciências humanas, costuma adotar o critério da importância e da novidade; para trabalhar com obras de ficção, adota o critério estético. Além de artigos em periódicos, escreveu também Dostoiévski: Bobók - Tradução e análise do conto, ensaio onde descreve o processo de tradução empregado à narrativa do grande escritor russo.

Pela obra traduzida, Paulo Bezerra recebeu três prêmios: Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (2002) e Prêmio Paulo Rónai (2002), da Fundação Biblioteca Nacional, por O idiota, de Dostoiévski, e Prêmio Jabuti da CBL (2º lugar, 2005) pela tradução de Os Demônios, do mesmo autor.

Verbete publicado em 4 de May de 2007 por:
Gleiton Lentz
Andréia Guerini

Bibliografia

Traduções Publicadas

Aitmatov, Tchinguiz. O navio branco. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Brasiliense, 1991.

Akunin, Boris. Rainha do inverno. [Por: Paulo Bezerra]. Rio de Janeiro: Objetiva, 2003.

Bakhtin, M. Problemas da poética de Dostoiévski. [Por: Paulo Bezerra]. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1981.

Bakhtin, M. O freudismo. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Perspectiva, 2001.

Bakhtin, M. Estética da criação verbal. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

Bogomólov,A. S. A filosofia americana no século XX. [Por: Paulo Bezerra]. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1979.

Dehnióv, Nikolai. Em ritmo de concerto. [Por: Paulo Bezerra]. Rio de Janeiro: Objetiva, 2000.

Dostoiévski, Fiódor. O idiota. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Editora 34, 2002.

Dostoiévski, Fiódor. Os demônios. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Editora 34, 2003.

Dostoiévski, Fiódor. Crime e castigo. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Editora 34, 2001.

Gogol, N. V. O capote e outras novelas. [Por: Paulo Bezerra]. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1990.

Gurievitch, Aaron. A síntese histórica e a Escola dos anais. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Perspectiva, 2003.

Kopnin, P.V. Fundamentos lógicos da ciência. [Por: Paulo Bezerra]. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1972.

Kopnin, P.V. A dialética como lógica e teoria do conhecimento. [Por: Paulo Bezerra; Lucia Helena]. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

Lênin, Vladimir. O desenvolvimento do capitalismo na Rússia: o processo de formação do mercado interno para a grande indústria. [Por: Paulo Bezerra; José Paulo Netto]. São Paulo: Nova Cultural, 1985.

Liermontov, Mikhail. O herói do nosso tempo. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

Luirá. R. Curso de psicologia geral - vols 1, 2 e 3. [Por: Paulo Bezerra]. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.

Mandelstam, Óssip. O rumor do tempo. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Editora 34, 2000.

Melietinski, E. A poética do mito. [Por: Paulo Bezerra]. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1987.

Propp. V. As raízes históricas do conto maravilhoso. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

Sakharov, Andriei. Memórias. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Saraiva, 1992.

Stanislavsky, Constantin. Minha vida na arte. [Por: Paulo Bezerra]. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1989.

Soljenitsine, Alexandre. Agosto 1914. [Por: Paulo Bezerra]. Rio de Janeiro: Bloch, 1973.

Vigotski, L.S. Psicologia da arte. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

Teoria Literária

Vigotski, L.S. A tragédia de Hamlet, príncipe da Dinamarca. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

Vigotski, L.S. Psicologia pedagógica. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

Vigotski, L.S. A construção do pensamento e da linguagem. [Por: Paulo Bezerra]. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

Zaslavskaia, Tatiana. A estratégia social da Perestroika. [Por: Paulo Bezerra]. Rio de Janeiro : Espaço e Tempo, 1989.

Ensaios

Bezerra, Paulo. Dostoievski: Bobók - Tradução e análise do conto. São Paulo: Editora 34, 2005.

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.