Onestaldo de Pennafort :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


Onestaldo de Pennafort

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Poeta e tradutor, Onestaldo de Pennafort Caldas nasceu no Rio de Janeiro, em 1902. Iniciou seus estudos em Direito, mas precisou interrompê-los por volta de 1918. Seu primeiro livro de poesias, Escombros Floridos, foi publicado em 1921. Entre os anos de 1920 e 1950, colaborou com diversos periódicos, entre eles, Fon-Fon, Careta, Autores e Livros, Para Todos e O Malho.

Tradutor de Paul Verlaine, William Shakespeare e Gustave Flaubert, Onestaldo recebeu, em 1955, o prêmio Machado de Assis, concedido pela Academia Brasileira de Letras, pelo conjunto de sua obra, e em 1956, o Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte, pela tradução da peça Otelo, de William Shakespeare. Sua obra marcou o período final do movimento simbolista brasileiro, sendo por vezes considerado o último de seus representantes. Onestaldo de Pennafort faleceu em 1987, no Rio de Janeiro, sua cidade natal.

Verbete publicado em 3 de May de 2007 por:
Ana Paula M. Raso
Andréia Guerini

Bibliografia

Traduções Publicadas

Flaubert, Gustave.  O Festim, a Dança e a Degolação. [Org e trad. Onestaldo de Pennafort]. Rio de Janeiro: São José, 1960. Ensaios/Coletânea.

Shakespeare, William. Romeu e Julieta. [Por: Onestaldo de Pennafort]. Rio de Janeiro: Ministério de Educação e Saúde, 1940. (Romeo and Juliet)

Shakespeare, William. Otelo. [Por: Onestaldo de Pennafort]. Rio de Janeiro, 1956. (Othello)

Verlaine, Paul. Festas Galantes. [Por: Onestaldo de Pennafort]. São Paulo: Nacional, 1934. Fêtes galantes.

Verlaine, Paul. Poesias Escolhidas. [Org. e trad. Onestaldo de Pennafort]. 1944. Poèmes saturniens.

Obra própria

Pennafort, Onestaldo de. Escombros Floridos. Rio de Janeiro: Besnard Freres, 1921.

Pennafort, Onestaldo de. Perfume e outros poemas. Rio de Janeiro: Pimenta de Mello, 1924.

Pennafort, Onestaldo de. Interior e outros poemas. Rio de Janeiro: Anuário do Brasil, 1927.

Pennafort, Onestaldo de. Espelhos d’água: Jogos da Noite. Rio de Janeiro: Terra de Sol, 1931.

Pennafort, Onestaldo de. Nuvens da Tarde. Rio de Janeiro: Simões, 1954.

Pennafort, Onestaldo de. Um rei da valsa. Rio de Janeiro: São José, 1958.

Pennafort, Onestaldo de. Poesia. Rio de Janeiro: Record, 1987.

Prefácios

Shakespeare, William. Romeu e Julieta. [Por: Onestaldo de Pennafort]. Rio de Janeiro: Globo, 1947.

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.