Marco Lucchesi :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


Marco Lucchesi

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Nasceu em 1963, no Rio de Janeiro, num ambiente bilíngue, tendo o italiano como língua materna e o contato com o português brasileiro no convívio social. Hoje domina o alemão, o russo, o espanhol, o francês, o inglês, o romeno, o turco, o pérsio e o árabe, língua que nele exerce particular fascínio.

Graduou-se em História pela Universidade Federal Fluminense em 1985. Doutorou-se em Ciência da Literatura, em 1992, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, onde trabalha como professor de Literatura Italiana e comparada e na área de poética. Seu Pós-Doutorado foi na área de História da Filosofia, em 1994, na Universidade de Colônia, na Alemanha.

Segundo Lucchesi, a tradução perde os seus limites e se torna uma criação, por isso ele se considera, mais que um tradutor, alguém que busca uma das formas de expressão mais intensas e genuínas.

Lucchesi atuou na preparação de originais e na revisão de dois livros de Günter Grass: Um campo vasto (Ein weites Feld) e A Ratazana (Die Rättin), obras traduzidas por Lya Luft; fez, também, as apresentações de vários livros de autores alemães, como Felicidade (Glück) de Hermann Hesse, traduzido igualmente por Lya Luft.

Além de tradução, ele se dedica à poesia, utilizando-se de seu multilinguismo nas construções dos poemas e sonetos, numa consequente variação de efeitos que, entretanto, mantêm a mesma poesia interior da obra original. Lucchesi é ensaísta e colabora com diversos jornais e revistas, como Jornal do Brasil, O Globo, Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo. É conferencista e dirige a Editora Caligrama.

Verbete publicado em 14 de June de 2005 por:
Manuela Acássia Accácio
Werner Heiderman

Excertos de traduções

Fragmento de Patmos, poema de Friedrich Hölderlin. Tradução de Marco Lucchesi.

.....
Doch bald, in frischen Glanze,
Geheimnisvoll
In goldenen Rauche, bl te,
Schnell aufgewachsen
Mit Schritten der Sonne,
Mit tausend Gipfeln duftend,

Mir Asia auf, und geblendet sucht
Ich eines, das ich kennete, denn ungewohnt
War ich der breiten Gassen, wo herab
Vom Tmolus fhrt
Der goldeschm ckte Paktol
Und Taurus stehet und Messogis,
Und voll von Blumen der Garten,

Ein stilles Feuer. Aber im Lichte
Blht hoch der silberne Schnee;
Und, Zeug' unsterblichen Lebens,
An unzugangbaren W nden, und getragen sind
Von lebenden Sulen, Zedern und Lorbeeren,
Die Feierlichen,
Die g ttlichengebauten Palste.
.....

.....
Mas c lere, em fresco resplendor,
Misteriosa,
No ouro vaporoso, nos passos
Do sol, no incenso de
Mil cimos,
Tu te abres a mim como uma flor,

sia; e os olhos ofuscados, busco
Um lugar conhecido; pois novas
S o para mim as largas avenidas, onde
Desce do Tmolo
O Pactol em trajes dourados,
Onde erram Tauro e Messgis,
Onde, coberto de flores,

Arde o jardim, em fogo suave. Mas alto, na luz,
Floresce a neve prateada,
E, testemunha da vida imortal,
A hera antiga s paredes das rochas
inacessveis adere, e vivas
Colunas, sobre cedros e louros,
Suportam os solenes pal cios
erguidos pelos deuses.
.....

(Friedrich, Höldelin. Werke. Sttutgarts: Cota, 1943, p. 61).

(Hölderlin, Friedrich. Patmos. [Por: Marco Lucchesi]. Niterói: Grupo Setembro, 1987. p. 35).

Bibliografia

Traduções Publicadas

Alfieri, Vittorio. Esboço do julgamento universal. [Por: Marco Lucchesi]. Rio de Janeiro: Lacerda, 1997. 76 p. (Esquisse du jugement universel).

Cotroneo, Roberto. Presto com fuoco. [Por: Marco Lucchesi]. Rio de Janeiro: Record, 1999. 236 p. (Presto con fuoco). Romance.

Eco, Umberto. A ilha do dia anterior. [Por: Marco Lucchesi]. Rio de Janeiro: Record, 1995. 494 p. (L'isola del giorno prima). Romance.

Eco, Umberto. Baudolino. [Por: Marco Lucchesi]. Rio de Janeiro: Record, 2001. 459 p. (Baudolino). Romance.

Hölderlin, Friedrich. Patmos e outros poemas de Hölderlin. [Por: Marco Lucchesi]. Niterói: Grupo Setembro, 1987. 82 p. (Patmos). Posfácio de Marco Lucchesi. Poemas.

Khliebnikov, Velemir. Poemas de Khliebnikov. [Por: Marco Lucchesi]. Niterói: Cromos, 1993. 47 p. Organização de Marco Lucchesi. Poemas.

Pasternak, Boris L. Doutor Jivago. [Por: Zoia Prestes; Marco Lucchesi]. Rio de Janeiro: Record, 2003. 629 p. (Doktor Zivago). Romance.

Pseudo-Dionísio. A teologia mística. [Por: Marco Lucchesi]. Rio de Janeiro: Fissus, 2005. 40 p. (De mystica theologia).

Primo Levi. A trégua. [Por: Marco Lucchesi]. São Paulo: Companhia das Letras, 1997. 359 p. (La Tregua).

Rilke, Rainer Maria; Trakl, Georg. Poemas à noite. [Por: Marco Lucchesi]. Rio de Janeiro: Topbooks, 1996. 81 p. Tradução e seleção de poemas por Marco Lucchesi.

Süskind, Patrick. Um combate e outros relatos. [Por: Marco Lucchesi]. Rio de Janeiro: Record, 1996. 86 p. (Drei Geschichten).

Trakl, Georg. Poemas. [Por: Marco Lucchesi]. Rio de Janeiro: Numen, 1990. 65 p. (Gedichte). Tradução, introdução e notas de Marco Lucchesi. Prefácio de Luis Antonio Pimentel.

Vico, Giambattista. A ciência nova. [Por: Marco Lucchesi]. Rio de Janeiro: Record, 1999. 502 p. (Scienza nuova). Prefácio e notas de Marco Lucchesi.

Obra própria

Lucchesi, Marco. Breve iniciação ao inferno de Dante: poesia e teologia. Rio de Janeiro: Âmbito Cultural, 1986. 170 p.

Lucchesi, Marco. "Por uma Nova Metafísica". In: Artaud, Antonin. Nostalgia do mais. Rio de Janeiro: Numen, 1989. p. 25-32.

Lucchesi, Marco. A paixão do infinito. Niterói: Cromos, 1994. 180 p.

Lucchesi, Marco. "Mitologia das plateias: a opera e a casa de opera na corte (1840-1889)". In: Revista Setembro, Niterói, p. 31, 1986.

Lucchesi, Marco. Faces da utopia: João da Cruz, Francisco Quevedo, Friedrich Hölderlin e Georg Trakl. Niterói: Cromos, 1992. 196 p.

Lucchesi, Marco. Bizâncio. Rio de Janeiro: Record, 1997. 111 p.

Lucchesi, Marco. Saudades do paraíso. Rio de Janeiro: Lacerda, 1997. 142 p.

Lucchesi, Marco. O Sorriso do caos. Rio de Janeiro: Record, 1997. 143 p

Lucchesi, Marco. Poesie. Roma: Grilli, 1999. 79 p. Obra escrita em italiano.

Lucchesi, Marco. Teatro alquímico: diário de leituras. Rio de Janeiro: Artium, 1999. 156 p.

Lucchesi, Marco. Poemas reunidos. Rio de Janeiro: Record, 2000. 431 p.

Lucchesi, Marco. Caminhos do Islã. Rio de Janeiro: Record, 2002. 315 p.

Lucchesi, Marco. Lucca dentro: poesie. Lucca [Itália]: Maria Pacini Fazzi, 2002. 70 p. (Série La memoria poetica). Obra escrita em italiano.

Lucchesi, Marco. Erwartungslicht. [Por: Curt Meyer-Clason]. Berlim: Leonardo Verlag, 2003. 70 p. Compilação e tradução para o alemão de Curt Meyer Clason.

Lucchesi, Marco. Gradinile somnului. [Por: George Popescu]. Craiova [Romênia]: Scrisul Românesc, 2003. 114 p.

Lucchesi, Marco. Isfahan Teerã. [Por: G. Fahmi]. Irã: Ministério das Relações Exteriores de Teerã, 2003.

Lucchesi, Marco. Sphera. Rio de Janeiro: Record, 2003.127 p.

Lucchesi, Marco. "Hyades". In: Quaderni della Valle, San Marco in Lammis, 2004. Escrita em italiano.

Organização

Silveira, Nise da; Lucchesi, Marco (Org.); et al. Artaud: a nostalgia do mais. Rio de Janeiro: Numen, 1989. 91 p.

Giacomo, Leopardi. Poesia e prosa. [Por: Marco Lucchesi (Org.); Affonso F. de Souza, et al. (Trads.)]. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1996. 1032 p.

Tasso, Torquato. Jerusalém libertada. [Por: Marco Lucchesi; Pedro Lyra; Alexei Bueno (Orgs.); José R. Coelho (Trad.)]. Rio de Janeiro: Topbooks, 1998. 666 p.

Lucchesi, Marco (Org.). Caminhos do Islã. Rio de Janeiro: Record, 2002. 315 p.

Lucchesi, Marco (Org.) Viagem a Florença: cartas de Nise da Silveira a Marco Lucchesi. Rio de Janeiro: Rocco, 2003. 127 p.

Prêmios e títulos

Prêmio Paulo Rónai de Tradução por Poemas à noite, de Rainer Maria Rilke e Georg Trakl. Biblioteca Nacional, 1996.

Prêmio Internazionale di Poesia Cilento, Associazione Cilento di Poesia, 1999.

Prêmio União Latina de Tradução Científica e Técnica com Ciência nova, União Latina de Escritores, 2000.

Prêmio Speciale Marcello Bianichin, Società Marcello Bianichin, 2000.

Prêmio Eduardo Frieiro, da Academia Mineira de Letras, pela obra Teatro alquímico, 2000.

Prêmio Città di Torino per "Poesie", Città di Torino, 2001.

Prêmio Nazionale per la traduzione, Ministero dei Beni Culturali, Itália, 2001.

Prêmio Jabuti de Tradução pelo livro A sombra do Amado, de Rumi, 2001.

Prêmio Presidente della Repubblica, Governo da Itália, 2002.

Prêmio Del Ministero dei Beni Culturali, 2003.

Prêmio de poesia Alberto da Costa e Silva da UBE pelo livro Sphera, 2004.

Prêmio Jabuti de poesia pelo livro Sphera, 2004.

 

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.