Márcio Suzuki :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


Márcio Suzuki

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Márcio Suzuki nasceu em 11 de maio de 1961 em Barretos, São Paulo.

Sua formação acadêmica como bacharel em Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP) foi concluída em 1984. Algum tempo depois, em 1991, concluiu o mestrado e em 1997, o doutorado, ambas na área de Filosofia, pela USP. Fez seu Pós-doutorado nos Archives Husserl de Paris École Normale Superiéure, de maio a novembro de 2002.

Recebeu bolsa do Instituto Goethe para estudar alemão de janeiro a fevereiro de 1988, em Berlim. De novembro de 1993 a abril de 1994 esteve na Universidade de Tübingen, na Alemanha, para realizar pesquisa durante o doutorado, com uma bolsa do CNPq. Também através de bolsas, esteve na França, na Universidade de Paris VII, em outubro de 1993, e na Universidade de Aix-Marseille I, de abril a maio de 2002, por meio de um intercâmbio USP ­ Confecub.

Márcio Suzuki, que realizou sua primeira tradução em 1984, aprendeu o alemão na escola Teuto e no Instituto Goethe. Tem conhecimentos também de francês, inglês, espanhol, italiano e dinamarquês.

Leciona na área de Estética, no Departamento de Filosofia da USP desde 1990; participa do projeto de pesquisa A constituição da subjetividade moderna e crítica contemporânea e dos grupos de estudo A estética como tema da reflexão filosófica e Sobre as luzes britânicas. Desenvolve, desta forma, estudos relacionados a Ciências Humanas, Filosofia e História da Filosofia .

Foi membro da Comissão de redação da revista Discurso, do Departamento de Filosofia da USP e membro do Conselho editorial da revista Doispontos, dos Departamentos de Filosofia da Universidade Federal do Paraná e da Universidade Federal de São Carlos.

Autor de O gênio romântico: crítica e história da filosofia em Friedrich von Schlegel e tradutor de obras de destaques como Poesia Ingênua e Sentimental e de diversas obras filosóficas como A Educação Estética do Homem, de Friedrich von Schiller e os fragmentos dos primeiros românticos alemães O Dialeto dos Fragmentos.

Para se traduzir bem considera essencial a boa formação na língua traduzida e na língua para a qual se traduz, assim como o tradutor precisa ter curiosidade e desconfiança.

Verbete publicado em 6 de January de 2006 por:
Manuela Acássia Accácio
Werner Heiderman

Bibliografia

Traduções Publicadas

Apel, Karl-Otto. "O desafio de uma crítica total da razão". [Por: Márcio Suzuki]. In: Revista Novos Estudos Cebrap, CEBRAP, São Paulo, v. 23, p. 67-84, 1989. (Die Herausforderung der totalen Vernunftkritik). Artigo.

Bader, Wolfgang. "Áustria, Viena, Schnitzler". [Por: Márcio Suzuki]. In: Schnitzler, Arthur. Contos de amor e morte. [Por: George Sperber]. São Paulo: Companhia das Letras, 1987. p. 7-22. Tradução do prefácio de Wolfgang Bader por Márcio Suzuki. (Österreich, Wien, Schnitzler).

Baer, Harry; Pacher, Maurus (Col). Posso dormir quando estiver morto - A vida sufocante de Rainer Werner Fassbinder. [Por: Márcio Suzuki]. São Paulo: Brasiliense, 1985. 138 p. (Schlafen kann ich, wenn ich tot bin).

Canetti, Elias. A consciência das palavras. [Por: Márcio Suzuki; Herbert Caro]. São Paulo: Companhia das Letras, 1990. 286 p. (Das Gewissen der Worte). Ensaios.

Cassin, Barbara. "Que quer dizer: dizer alguma coisa?" [Por: Márcio Suzuki]. In: Revista Discurso, FFLCH, USP, São Paulo, v. 20, p. 19-39, 1993. (Que veut dire: dire une chose?). Artigo.

Enzensberger, Hans Magnus. O curto verão da anarquia: Buenaventura Durruti e a Guerra Civil espanhola. [Por: Márcio Suzuki]. São Paulo: Companhia das Letras, 1987. 323 p. (Der kurze Sommer der Anarchie: Buenaventura Durrutis Leben und Tod). Romance.

Habermas, Jürgen. "Nenhuma normalização do passado". [Por: Márcio Suzuki]. In: Folha de São Paulo, São Paulo, 18 set. 1987. (Keine Normalisierung der Vergangenheit). Artigo.

Habermas, Jürgen. "Nação ferida ou sociedade em aprendizado". [Por: Márcio Suzuki]. In: Folha de São Paulo, São Paulo, 29 jul. 1989. (Verwundete Nation oder lernende Gesellschaft).

Habermas, Jürgen. "Para o uso pragmático, ético e moral da razão prática". [Por: Márcio Suzuki]. In: Revista de Estudos Avançados, Instituto de Estudos Avançados, USP, São Paulo, v. III, n. 7,  1989. p.4-19. (Zum pragmatischen, ethischen und moralischen Gebrauch der praktischen Vernunft). Artigo.

Habermas, Jürgen. "Tendências apologéticas". [Por: Márcio Suzuki]. In: Revista Novos Estudos Cebrap, CEBRAP, São Paulo, v. 25,  1989. p.16-27. (Apologetische Tendenzen). Artigo.

Habermas, Jürgen. "Soberania popular como procedimento - Um conceito normativo de espaço público". [Por: Márcio Suzuki]. In: Revista Novos Estudos Cebrap, CEBRAP, São Paulo, v. 26, 1990. p. 100-113 (Volkssouveranität als Verfahren). Artigo.

Heine, Heinrich. Contribuição à história da religião e filosofia na Alemanha. [Por: Márcio Suzuki]. São Paulo: Iluminuras, 1991. 150 p. (Zur Geschichte der Religion und Philosophie in Deutschland).

Hoffmann, Ernst Theodor Amadeus. "Carta de um monge a seu amigo na capital". [Por: Márcio Suzuki]. In: Schiller, Friedrich von. A noiva de Messina. São Paulo: Cosac & Naify, 2004, p. 203-207. (Schreiben eines Klostergeistlichen an seinen Freund in der Hauptstadt).

Hume, David. A arte de escrever ensaios e outros ensaios. [Por: Márcio Suzuki; Pedro P. Pimenta]. São Paulo: Iluminuras, 2006. (Essays, Moral, Political and Literary).

Kant, Immanuel. "Introdução à critica do juízo". [Por: Márcio Suzuki]. In: Terra, Ricardo R. (Org.). Duas introduções à critica do juízo. São Paulo: Iluminuras, 1995. 132 p. (Erste Einleitung in die Kritik der Urteilskraft).

Kraus, Karl. Ditos e desditos. [Por: Márcio Suzuki; Werner Loewenberg]. São Paulo: Brasiliense, 1988. 167 p. (Sprüche und Widersprüche).

Nolte, Ernst. "O passado que não quer passar". [Por: Márcio Suzuki]. In: Revista Novos Estudos Cebrap, CEBRAP, São Paulo, v. 25, p. 10-15, 1989. (Vergangenheit, die nicht vergehen will). Artigo.

Schelling, Friedrich Wilhelm J. von. Filosofia da arte. [Por: Márcio Suzuki]. São Paulo: EDUSP, 2001. 417 p. (Philosophie der Kunst). Tradução, introdução e notas de Márcio Suzuki.

Schiller, Friedrich von. A educação estética do homem. [Por: Márcio Suzuki; Roberto Schwarz]. São Paulo: Iluminuras, 1989. (Über die ästhetische Erziehung des Menschen).

Schiller, Friedrich von. Poesia ingênua e sentimental. [Por: Márcio Suzuki]. São Paulo: Iluminuras, 1991. 150 p. (Über naive und sentimentalische Dichtung). Tradução e apresentação de Márcio Suzuki.

Schlegel, Friedrich von (Org.). O dialeto dos fragmentos. [Por: Márcio Suzuki]. São Paulo: Iluminuras, 1997. 253 p. (Lyceums Fragmente; Athenäums Fragments, Ideen). Tradução, apresentação e notas de Márcio Suzuki.

Schopenhauer, Arthur. Sobre a filosofia universitária. [Por: Márcio Suzuki; Maria Lúcia Cacciola]. São Paulo: Polis, 1991. 117 p. (Über die Universitäts-Philosophie).

Revisão técnica de tradução

Courtine, Jean- François. A tragédia e o tempo da história. [Márcio Suzuki; Heloísa Rocha]. São Paulo: Editora 34, 2005.

Kant, Immanuel. Antropologia de um Ponto de Vista Pragmático. [Por: Clélia Aparecida Martins]. São Paulo: Iluminuras, 2005. Revisão técnica e estilística. (Anthropologie in pragmatischer Hinsicht).

Schelling, Friedrich Wilhelm Joseph. "Sobre a Construção em Filosofia". [Por: Luciano Nervo Codato]. In: Cadernos de Filosofia Alemã, Departamento de Filosofia, FFLCH-USP, São Paulo, 2001. (Über die Konstruktion in der Philosophie).

Obra própria

Suzuki, Márcio. O gênio romântico: crítica e história da filosofia em Friedrich Schlegel. São Paulo: Iluminuras, 1998. 250 p. Tese de doutoramento em filosofia.

Organização

Schiller, Friedrich. A noiva de Messina ou os irmãos inimigos. Tragédia com coros. [Por: Gonçalves Dias]. São Paulo: Cosac & Naify, 2004. 224 p. (Die Braut von Messina). Notas de Manuel Bandeira. Organização de Márcio Suzuki e Samuel Titan Júnior.

Resenhas e artigos

Suzuki, Márcio. "O Homo de Frisch recria Mito de Édipo". In: Folha de São Paulo, São Paulo, 19 abr. 1987. Resenha sobre Homo Faber, de Max Frisch.

Suzuki, Márcio. "O lugar do belo". In: Folha de São Paulo, São Paulo, 15 ago. 1988. Folhetim, v. 606. Resenha.

Suzuki, Márcio. "Nação ferida ou sociedade em aprendizado". In: Folha de São Paulo, São Paulo, 29 jul. 1989. Resenha sobre Jürgen Habermas.

Suzuki, Márcio. "O belo como imperativo". In: Schiller, Friedrich von (Org.). A educação estética do homem. São Paulo: Iluminuras, 1989. p. 4-23. Apresentação das cartas.

Suzuki, Márcio. "Enzensberger faz romance documentário". In: Folha de São Paulo, São Paulo, 19 ago. 1989. Resenha sobre Requien für eine romantische Frau, de Hans Magnus Enzensberger.

Suzuki, Márcio. "Biografia insiste nas identidades entre Rousseau e Robespierre". In: Folha de São Paulo, São Paulo, 21 out. 1989. Resenha sobre Robespierre - político e místico.

Suzuki, Márcio. "Evolução polifônica". In: Isto É Senhor, São Paulo, 14 fev. 1990. Resenha sobre O processo civilizador, de Norbert Elias.

Suzuki, Márcio. "Hiato entre vida e arte". In: O Estado de São Paulo, São Paulo, 25 jul. 1992. Suplemento Cultura, p. 2. Resenha sobre o romance Stiller, de Max Frisch.

Suzuki, Márcio. "Heine desfaz tragédia em farsa". In: Folha de São Paulo, São Paulo, 25 out. 1992. Resenha sobre o livro O Rabi de Bacherach, de Heinrich Heine.

Suzuki, Márcio. "A tese comportada de Benjamin". In: Folha de São Paulo, São Paulo, p. 6-9, 16 mai. 1993. Resenha.

Suzuki, Márcio. "Schopenhauer em Nova Versão". In: Folha de São Paulo, São Paulo, 12 jul. 1994. Resenha sobre a tese Schopenhauer e a Questão do Dogmatismo, de Maria Lúcia Cacciola.

Suzuki, Márcio. "Pecados filosóficos de Hölderlin". In: Folha de São Paulo, São Paulo, 06 nov. 1994. Resenha sobre a tradução de Reflexões, de Friedrich Hölderlin.

Suzuki, Márcio. "A sombra de Kant e Goethe". In: Folha de São Paulo, Discurso Editorial, São Paulo, 10 mai. 1996. Jornal de Resenhas, p. 2. Resenha sobre a tradução de Também uma filosofia da história para a formação da humanidade, de Johann Gottfried Herder.

Suzuki, Márcio. "A gênese do fragmento". In: Schlegel, Friedrich (Org.). O dialeto dos fragmentos. São Paulo: Iluminuras, 1997. Apresentação e notas de Márcio Suzuki.

Suzuki, Márcio. "Um crítico bissexto". In: Folha de São Paulo, Discurso Editorial , São Paulo, 13 dez. 1997. Jornal de Resenhas, p. 6-6. Resenha sobre o livro Escritos sobre Literatura, de Johann W. Goethe.

Suzuki, Márcio. "Zeus em Weimar". In: Folha de São Paulo, São Paulo, 22 ago. 1998. Caderno Mais, p. 8-8. Resenha.

Suzuki, Márcio. "O homem do homem e o eu de si mesmo". In: Revista Discurso, FFLCH, USP, São Paulo, v. 30, p. 25-61, 1999. Artigo.

Suzuki, Márcio. "Camões em alemão". In: Folha de São Paulo, São Paulo, 21 mai. 2000. Caderno Mais, p. 18-19. Resenha.

Suzuki, Márcio. "Uma ilustração para poucos". In: Schopenhauer, Arthur (Org.). Sobre a filosofia universitária. São Paulo: Martins Fontes, 2001. Posfácio de Márcio Suzuki.

Suzuki, Márcio. "A Grécia de Winckelmann e o romantismo de Schelling". In: Fórum Deutsch, Rio de Janeiro, v. 6, 2002. p. 34-41. Artigo.

Suzuki, Márcio. "Mairnon e a História da Filosofia". In:Rapsódia, Almanaque de Filosofia e Arte, USP, São Paulo, v. 2,  2002. p. 185-189. Artigo.

Suzuki, Márcio. "La double énigme du monde. Nature et langage chez Schelling et Merleau-Ponty". In: Chiasmi International, Paris; Milão, v. 5, 2003.p. 235-258. Artigo.

Suzuki, Márcio."O sublime às avessas. Nota sobre Riso e Humor na Filosofia". In: Cadernos de Literatura Brasileira, Instituto Moreira Sales, São Paulo, v. 15, p. 149-167, 2003.

Suzuki, Márcio. "Lições de um pensador incansável". In: O Estado de São Paulo, São Paulo, 06 dez. 2004. Caderno Cultura, p. D4 Resenha da segunda edição do livro Ensaios de Filosofia Ilustrada, de Rubens Rodrigues Torres Filho.

Suzuki, Márcio. "O continente já não está mais ilhado". In: O Estado de São Paulo, São Paulo, 25 set. 2004. Caderno Cultura, p. D 6. Resenha do livro Nenhuma ilha é uma ilha, de Carlo Ginzburg.

Suzuki, Márcio. "Quem ri por ultimo, ri melhor. Humor, riso e sátira no Século da crítica". In: Terceira Margem, Revista de Pós-Graduação em Letras, UFRJ, Rio de Janeiro, v. 10, n. 10,  2004. p. 7-23. Artigo.

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.