Marcelo Jacques de Moraes :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


Marcelo Jacques de Moraes

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Marcelo Jacques de Moraes nasceu em 29 de julho de 1962, no Rio de Janeiro. Formou-se em Psicologia em 1986, e obteve o mestrado (1992) e o doutorado (1996) em Língua e Literatura Francesa, pela UFRJ. Em 2003, realizou o pós-doutorado em Literatura Francesa, na Paris VIII.

Sua atividade de tradutor se deu de forma natural e até informal, a partir da condição de estudioso de Psicanálise e Literatura, e, posteriormente, de professor de Literatura Francesa, cargo que ocupa na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Iniciou-se como tradutor ao propor a tradução de um ensaio de Philippe Sollers para uma revista de psicanálise. A partir daí, começou a traduzir ensaios para revistas e livros; traduziu, também, ao longo dos anos, inúmeros poemas e narrativas curtas para revistas literárias, muitos deles de sua escolha, apesar de normalmente trabalhar com propostas de editoras.

Tradutor do francês, teve acesso a essa língua através de estudos realizados na Aliança Francesa; atua nas áreas de ciências humanas, em especial, teoria e crítica literária, filosofia e psicananálise. Há três anos intensificou suas traduções, conciliando com elas, fundamentalmente, no que diz respeito à atividade de escrita, a redação de ensaios sobre literatura, decorrente de sua atividade como professor e pesquisador. Acredita que um bom tradutor necessita conhecer muito bem a língua de que traduz e, excepcionalmente, a língua para a qual traduz; necessita, também, ter muito prazer em ler, escrever e pesquisar.

Atualmente, trabalha na tradução de um livro de Georges Bataille, em conjunto com João Camillo Penna; tem, também, alguns projetos em andamento, envolvendo ensaios, e, pela primeira vez, um romance – do tunisiano Albert Memmi. Espera poder estreitar as relações entre suas atividades de pesquisa e ensino na área de literatura francesa, podendo propor traduções que venham a preencher lacunas no mercado editorial brasileiro – sobretudo no domínio da poesia – contribuindo para o aumento da qualidade das traduções e edições de autores de língua francesa.

 

Verbete publicado em 1 de August de 2007 por:
Dina Omar
Marie-Hélène Catherine Torres

Bibliografia

Traduções Publicadas

Do Francês

Adam, Jacques. A melancolia entre renúncia e entusiasmo. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Marca d'Água, 1999. (La mélancolie entre renoncement et enthousiasme). Artigo.

Adler, Laura. Nos passos de Hannah Arendt. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Record, 2007. 644 p. (Dans les pas de Hannah Arendt). Biografia. Tradução em colaboração com Tatiana Salem Levy.

Andler, Daniel; Fagot-Largeault, Anne; Saint-Sernin, Bertrand. Filosofia da Ciência. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Atlântica, 2005, 2 vol. 1200 p. (Philosophie de la Science). Ensaio. Tradução em colaboração com Paula Glenadel e Bernardo Oliveira.

Bataille, Georges. "Textos para a Revista Documents". [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. In: Inimigo Rumor, f. 19. Rio de Janeiro: Sete Letras/ São Paulo: Cosac & Naify; 2006/2007, 15 p. Tradução em colaboração com João Camillo Penna.

Beauvoir, Simone. Por uma moral da ambiguidade seguido de Pirro e Cinéias. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2005. 206 p. (Pour une morale de l'ambiguité). Ensaio.

Bruno, Pierre. "Esquizofrenia e paranoia". [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. In: Quinet, A. Psicanálise e Psiquiatria: controvérsias e convergências. Rio de Janeiro: Rios Ambiciosos, 2001. 14 p. (Schizofrénie et paranóia). Artigo.

Cadiot, Olivier. "Ela falou comigo". [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. In: Inimigo Rumor, f. 16. Rio de Janeiro: Sete Letras/ São Paulo: Cosac & Naify, 2004, 1 p. (Elle m'a parlé). Poesia.

Cadiot, Olivier. (N - 1). [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. In: Inimigo Rumor, f. 16. Rio de Janeiro: Sete Letras/ São Paulo: Cosac & Naify; 2004, 10 p. ((N – 1)). Poesia.

Chouraqui- Sepel, Colette. De um arrimo ao outro. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Marca d'Água, 1999. (D'un soutien à l'autre). Artigo.

Collot, Michel. "O mesmo no outro". [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. In: Alea: Estudos Neolatinos, vol. 8, faz. 2. Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria, 2006. 10 p. (Le Même dans l’autre). Artigo.

Cottet, Serge. A hipótese continuísta nas psicoses. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Contra Capa, 1999. (L'hypothèse continuiste dans les psychoses). Artigo.

Didier-Weil, Alain. A nota azul: de quatro tempos subjetivantes na música. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Contra Capa, 1997. (La note bleu: de quatre temps subjectivants dans la musique). Ensaio.

Didier-Weil, Alain. O circuito pulsional. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Contra Capa, 1997. (Le circuit pulsionnel). Artigo.

Didi-Huberman, Georges. "A imanência estética". [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. In: Alea: Estudos Neolatinos. Rio de Janeiro: Contra Capa, 2003. (L'immanence esthétique). Artigo.

Ferretto, Jean-Luc. O automatismo mental. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Tempo Freudiano Associação Psicanalítica, 2004. (L'automatisme mental). Artigo.

Gerlach, Markus. Proteger o livro: Desafios culturais, econômicos e políticos do preço fixo. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Libre - Liga Brasileira de Editoras, 2006. 103 p. (Proteder le livre: enjeux culturels, économiques et politiques du prix fixe). Ensaio.

Gorog, Françoise. Notas sobre alguns termos alemães em "Luto e Melancolia". [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Marca d'Água, 1999. (Notes sur quelques termes allemands utilisés dans "Deuil et Mélancolie"). Artigo.

Gorog, Jean-Jacques. O dito "maníaco-depressivo". [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Marca d'Água, 1999. (Le dit "maniaco-dépressif"). Artigo.

Izcovich, Luiz. "O debate sobre a paranoia". [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. In: Quinet, A. Psicanálise e Psiquiatria: controvérsias e convergências. Rio de Janeiro: Rios Ambiciosos, 2001, 10 p. (Le débat sur la paranóia). Artigo.

Jeanneney, Jenn-Noël. Quando o Google desafia a Europa: em defesa de uma reação. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Contracapa, 2006. 106 p. (Quand Google défie l'Europe. Pladoyer pour un sursaut). Ensaio.

Melman, Charles."Contribuição da psicanálise à semiologia psiquiátrica". Comentário de Jacques Lacan. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. In: Revista Tempo Freudiano, nº 1. Rio de Janeiro: Tempo Freudiano Associação Psicanalítica, 2004, 23 p. (Apport de la psychanalyse à la sémiologie psychiatrique). Artigo.

Nerval, Gérard de. Jacques Cazotte. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Contra Capa, 1999. (Jacques Cazotte). Artigo.

Nominé, Bernard. O eu triste e o eu forte. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Marca d'Água, 1999. (Le moi triste et le moi fort). Artigo.

Rimbaud, Arthur. "Carta a Georges Izambard. Carta a Paul Demeny". [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. In: Alea: Estudos Neolatinos, vol. 8, faz. 2. Rio de Janeiro: Contra Capa, 2006. 10 p. (Lettre à Georges Izambard. Lettre à Paul Demeny). Correspondência.

Rogozinski, Jacob. "Tutuguri - ou o ritmo de Artaud". [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. In: Revista Alea. Rio de Janeiro: Contra Capa, v. 3, n. 1, p. 21-35, 2001. 14 p. (Tutuguri - ou le rythme d'Artaud). Artigo.

Roubaud, Jacques. O que dizia o poema. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro/ São Paulo: Sete Letras/ Cosac Naify, 2005. 1 p. (Ce que disait le poème). Poesia.

Scheinkman, Daniela. Do sintoma ao traço. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Contra Capa, 1997. 210 p. (Du symptôme à la trace). Artigo.

Silvestre, Danièle. A obrigação de ser feliz. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Marca d'Água, 1999. (L’obligation au bonheur). Artigo.

Soler, Colete. Inocência paranoica e indignidade melancólica. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Marca d'Água, 1999. (Innocence paranoïaque et indignité mélancolique). Artigo.

Soler, Colete. Um mais de melancolia. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Marca d'Água, 1999. (Un plus de mélancolie). Artigo.

Starobinski, Jean. O Contra. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Contra Capa, 2005. (Le Contre). Artigo.

Tirard, Laurent. Grandes diretores de cinema. [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006. 256 p. (Leçons de cinéma). Ensaio.

Para o Francês

Barreto, Lima. "Un qui a vendu son ame". [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. In: Alea: Estudos Neolatinos, v. 2, n. 2. Rio de Janeiro: Contra Capa, 2000. (Um que vendeu sua alma). Conto.

Jorge, Marco Antonio Coutinho. "Les quatre dimensions du réveil: rêve, fantasme, délire, illusion". [Por: Marcelo Jacques de Moraes]. In: Freud et Vienne. Alain Didier-Weil (org.). Paris: Érès, 2005, 21p. (As quatro dimensões do despertar: sonho, fantasia, delírio, ilusão).

Obra própria

Artigos

JACQUES, M. "A morte e o infinito: entre Michel Deguy e Charles Baudelaire". In: Terceira Margem. Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Literatura da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2004, Vol. IX, Fascículo 11, p. 130-144.

JACQUES, M. "A poesia e suas demandas". In: Poesia Sempre, 2006, vol. 13, número 24, p. 163-172.

JACQUES, M. "Apresentação de Jude Stéfan". In: Inimigo Rumor. Rio de Janeiro: 7 Letras & Lisboa: Livros Cotovia, 2003, Vol. 13, p. 105-110.

JACQUES, M. "Baudelaire: o crítico e o poeta". In: Revista Cult., v.73, 2003, p. 53-56. São Paulo.

JACQUES, M. "Georges Bataille e as formações do abjeto". In: Outra Travessia. Revista do Curso de Pós-Graduação em Literatura Universidade Federal de Santa Catarina, 2005, Vol. 5, p. 107-120.

JACQUES, M. "Michel Deguy e la comunità pensativa". In: Mosaico/ Comunità Italiana, Rio de Janeiro.

Capítulos de livros publicados

JACQUES, M. "Art, culture et métamorphose: une lecture de Malraux". In: Foulon, Charles-Louis. (Org.). André Malraux et le rayonnement culturel de la France. Bruxelas: Complexe, 2004, p. 173-185.

JACQUES, M. "Deleuze e as questões da arte". In: Castro, Manuel Antônio de. (Org.). A arte em questão: as questões da arte. Rio de Janeiro: Sete Letras, v. 1, 2005,  p. 231-245.

JACQUES, M. "O rumor do autor em Fragmentos do Discurso Amoroso". In: Perrone-Moisés, Leyla; Mello, Maria Elizabert Chaves de. (Org.). De volta a Roland Barthes. Niterói: EdUFF, 2005, p. 99-111.

JACQUES, M. "O rumor do autor nos Fragmentos do Discurso Amoroso". In: Glenadel, Paula; Nova, Vera Casa. (Org.). Viver com Barthes. Rio de Janeiro: Sete Letras, 2005, p. 163-174.

Prefácio

Baudelaire, Charles. As Flores do Mal. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006. Apresentação e prefácio de Marcelo Jacques de Moraes.

 

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.