Lúcio Cardoso :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


Lúcio Cardoso

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Joaquim Lúcio Cardoso Filho, tradutor, dramaturgo, poeta, artista plástico e romancista, nasceu em Curvelo, Minas Gerais, no dia 14 de agosto de 1912 e faleceu em 28 de setembro de 1968, no Rio de Janeiro. Foi um dos primeiros tradutores da obra Drácula de Bram Stoker para o português brasileiro. Traduziu também Ana Karenina de Tolstoi, e Memórias de Goethe, além de obras religiosas e de gêneros diversos.

Paralelamente às atividades de tradução, dedicou às artes cênicas como autor, roteirista e produtor. Fundou um teatro de câmara sediado na Tijuca - RJ, onde lançou peças com Henriette Morineau, Sergio Brito e Ítalo Rossi. Estendeu suas atividade à televisão e ao cinema, tendo contribuído com o advento do Cinema Novo. No arquivo de Lúcio Cardoso, na Fundação Casa de Rui Barbosa, encontram-se reunidas versões manuscritas originais de poemas e de peças de teatro de sua autoria, como por exemplo Angélica, de seu romance: Crônica da Casa Assassinada (obra traduzida para o francês, inglês e italiano). Entre seus manuscritos, destaca-se um diário de mais de 600 páginas e correspondências trocadas com Murilo Mendes, Otávio de Faria e Clarice Lispector, nas quais são frequentes as discussões sobre o fazer literário. Em 1962 sofreu um derrame cerebral que o incapacitou de continuar escrevendo. Passou então a dedicar-se à pintura e ao desenho como meio de expressão alternativo.

Lúcio Cardoso realizou quatro exposições individuais em galerias de arte. Duas no Rio de Janeiro - Goeldi (1965) e Décor (1968). Uma em São Paulo - Atrium (1965) e outra em Belo Horizonte, no Automóvel Club de Minas Gerais (1966). Em 1966 recebeu o prêmio Machado de Assis da Academia Brasileira de Letras, pelo conjunto de sua obra.

Verbete publicado em 17 de February de 2012 por:
Iliane Tecchio
Ronaldo Lima

Bibliografia

Traduções Publicadas

STOKER, B. Drácula: O Homem da Noite. [Por: Lúcio Cardoso]. Rio de Janeiro: O Cruzeiro, 1943. (Dracula). Horror.

TOLSTOI, L. Ana Karenina. [Por: Lúcio Cardoso]. Rio de Janeiro: José Olympio, 1943.  (Ahha Kapehnha). Romance.

BÍBLIA SAGRADA. O Livro de Job. [Por: Lúcio Cardoso]. Rio de Janeiro: José Olympio, 1943. (The Book of Job). Religião.

KÃLIDÃSA, A. Ronda das Estações. [Por: Lúcio Cardoso]. Rio de Janeiro: José Olympio, 1944. (Ritusandara). Poema.

BRONTË, E. O Vento da Noite. [Por: Lúcio Cardoso]. Rio de Janeiro, José Olympio, 1944. (The Night-wind). Poemas.

VANCE, Et. Fuga. [Por: Lúcio Cardoso]. Rio de Janeiro: José Olympio, 1945. (Escape). Suspense.

SINCLAIR, Up. O Fim do Mundo. [Por: Lúcio Cardoso]. Rio de Janeiro: José Olympio, 1946. (World´s End). Romance.

BARING, M. A Princesa Branca. [Por: Lúcio Cardoso].  Rio de Janeiro: José Olympio. (Cat´s Cradle). 1947. Romance.

DEFOË, D. As Confissões de Moll Flanders. [Por: Lúcio Cardoso]. Rio de Janeiro: José Olympio, 1947. (Moll Flanders). Novela.

GOETHE, J. W. Memórias. [Por: Lúcio Cardoso]. Rio de Janeiro: José Olympio, 1948. (Aus Meinem Leben. Dichtung Und Wahrhei). Autobiografia.

AUSTIN, J. Orgulho e Preconceito. [Por: Lúcio Cardoso]. Rio de Janeiro: José Olympio, 1940. (Proud and Prejudice). Romance.

Obra própria

 

CARDOSO, L. Poesias. Rio de Janeiro: José Olympio, 1941. Poesia.

CARDOSO, L. Novas Poesias. Rio de Janeiro: José Olympio, 1944. Poesia.

CARDOSO, L. Poemas Inéditos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982. Poema.

CARDOSO, L. Maleita. Rio de Janeiro: Schmidt Editor, 1934. Romance.

CARDOSO, L. Salgueiro. Rio de Janeiro: José Olympio, 1935. Romance.

CARDOSO, L. A Luz no Subsolo. Rio de Janeiro: José Olympio, 1936.  Romance.

CARDOSO, L. Mãos Vazias. Rio de Janeiro: José Olympio, 1938. Novela.

CARDOSO, L. Histórias da Lagoa Grande. Porto Alegre: Globo, 1939.  Infantil.

CARDOSO, L. O Desconhecido. Rio de Janeiro: José Olympio, 1940. Novela.

CARDOSO, L. Céu Escuro. Rio de Janeiro: José Olympio, 1940. Novela.

CARDOSO, L. Dias Perdidos. Rio de Janeiro: José Olympio, 1943. Romance.

CARDOSO, L. Inácio. Rio de Janeiro: Ocidente, 1944. Novela.

CARDOSO, L. A Professora Hilda. Rio de Janeiro: José Olympio, 1946. Novela.

CARDOSO, L. Anfiteatro. Rio de Janeiro: Agir, 1946. Novela.

CARDOSO, L. O Enfeitiçado. Rio de Janeiro: José Olympio, 1954. Novela.

CARDOSO, L. Crônica da Casa Assassinada. Rio de Janeiro: José Olympio, 1959. Romance.

CARDOSO, L. O Mistério dos MMM. Rio de Janeiro: O Cruzeiro, 1962. Em colaboração com João Condé. Romance.

CARDOSO, L. O Viajante. Rio de Janeiro: José Olympio, 1973. (Obra inacabada). Romance.

CARDOSO, L.  Dois Sábios [padre Bartolomeu de Gusmão e Osvaldo Cruz]. Ana Néri. Rio de Janeiro: MEC, (Coleção Brasil, nº 3. Série As Figuras, vol. 3).

CARDOSO, L. Vieira. Anchieta. Rio de Janeiro: MEC, s.d. (Coleção Brasil, nº 4. Série As Figuras, vol. 4).

CARDOSO, L. O Descobrimento. Os Jesuítas. Rio de Janeiro: MEC, s.d. (Coleção Brasil, nº 11. Série Os Acontecimentos, vol. 1).

CARDOSO, L. A Descoberta das Minas. Borba Gato. Rio de Janeiro: MEC, s.d. (Coleção Brasil, nº 16. Série Os Acontecimentos, vol. 6).

CARDOSO, L. Índios e Negros do Brasil. Rio de Janeiro: MEC, s.d. (Coleção Brasil, nº 21. Série Os Hábitos, vol. 1).

CARDOSO, L. O Ouro. Rio de Janeiro: MEC, s.d. (Coleção Brasil, nº 23. Série Os Hábitos, vol. 3).

CARDOSO, L. O Vaqueiro Nordestino. Jangadeiros do Nordeste. Rio de Janeiro: MEC, s.d. (Coleção Brasil, nº 24. Série Os Hábitos, vol.4).

CARDOSO, L. Joaquim Nabuco, José do Patrocínio. Rio de Janeiro: MEC, s.d. (Coleção Brasil, nº 27. Série As Figuras, vol. 12).

CARDOSO, L. Álvares de Azevedo. Gonçalves Dias. Rio de Janeiro: MEC, s.d. (Coleção Brasil, nº 28. Série As Figuras, vol. 13).

CARDOSO, L. Machado de Assis. Castro Alves. Rio de Janeiro: MEC, s.d. (Coleção Brasil, nº 29. Série As Figuras, vol. 14).

CARDOSO, L. Mauá. Rio de Janeiro: MEC, s.d. (Coleção Brasil, nº 30. Série As Figuras, vol. 15).

CARDOSO, L.  Iracema. Rio de Janeiro: MEC, s.d. Adaptação do romance de José de Alencar. (Coleção Educar, nº 13. Série Ficção, vol. 4).

CARDOSO, L. Fernão Dias Pais. Heroínas Brasileiras. Rio de Janeiro: MEC, s.d. (Coleção Brasil, nº 2. Série As Figuras, vol. 2).

CARDOSO, L. Diário I. Rio de Janeiro: Elos, 1961. Memórias.

CARDOSO, L. Diário Completo. Rio de Janeiro: José Olympio, INL, 1970. Memórias.

CARDOSO, L. O Escravo. Rio de Janeiro: Zélio Valverde, 1945. Teatro.

CARDOSO, L. Almas Adversas. 1948. Longa metragem. Produtores: João Tinoco de Freitas, Newton Paiva, Lúcio Cardoso e Leo Marten. Direção: Leo Marten. Roteiro: Lúcio Cardoso. Filmografia.

CARDOSO, L. A Mulher de Longe. 1949. Longa metragem. Produtores: João Tinoco de Freitas e Tapuia Cinematográfica. Direção, roteiro e história: Lúcio Cardoso. Filmografia.

CARDOSO, L. Porto das Caixas. 1961. Longa metragem. Produção, roteiro e direção: Paulo César Saraceni. Filmografia.

CARDOSO, L. O Enfeitiçado. 1968. Curta metragem. Produção, roteiro e direção: Paulo César Saraceni. Inspirado na vida e na obra de Lúcio Cardoso. Filmografia.

CARDOSO, L. A Casa Assassinada. 1971. Longa metragem. Roteiro e direção: Paulo César Saraceni. Baseado em romance de Lúcio Cardoso. Filmografia.

CARDOSO, L. Mãos Vazias. 1971. Longa metragem. Roteiro, produção e direção: Luís Carlos Lacerda. Baseado em romance de Lúcio Cardoso. Filmografia.

CARDOSO, L. O Desconhecido. 1978. Longa metragem. Direção e fotografia: Rui Santos. Baseado em romance de Lúcio Cardoso. Filmografia.

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.