Leny Werneck :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


Leny Werneck

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Escritora, tradutora e jornalista, Leny Werneck nasceu a 24 de julho de 1933, no Rio de Janeiro, RJ. Morou na Dinamarca (1980-1981) e na França (1981-2004). Hoje, partilha seu tempo entre o Rio e Paris.

Diplomada na Escola Normal do Instituto de Educação do Rio de Janeiro (1952), graduou-se em Comunicação Social-Jornalismo/Editoração no ano de 1975, pelas Faculdades Integradas Estácio de Sá, RJ. Obteve o Diploma em Ciências da Informação (DEA) no Institut Français de Presse et Sciences de l’Information-Paris II, entre 1990 e 1995, com Dissertação publicada no Brasil em obra coletiva da Editora da UnB. Além disso,  preparou uma Tese sobre análise do discurso da imprensa literária francesa que não defendeu.

Como professora e responsável por atividades e projetos educacionais e culturais no Brasil, lecionou no primário da rede de ensino público e do Instituto de Educação do Rio de Janeiro (1953-1960), na Escola Normal e no Curso de Formação de Professores de Ensino Normal do Instituto de Educação do Rio de Janeiro (1961-1972). Exerceu novamente esta função e a coordenação de cursos do INEP/CBPE/MEC no período de 1963 a 1972. De 1968 a 1979, foi co-fundadora, consultora e colaboradora da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (IBBY BRASIL); colaborou, também, com o Jornal do Brasil no Rio de Janeiro, no período de 1973 a 1980.

Autora de cerca de vinte livros voltados para o público infanto-juvenil publicados no Brasil e na França, é co-autora do ensaio: Os suplementos literários nos jornais parisienses, na área de Comunicação social, e de alguns artigos para periódicos especializados em literatura juvenil. Escreveu, também, um artigo sobre a prática de tradução para o jornal Leitores e Livros, em agosto de 2001 intitulado "Traduzir: verbo transitivo e solitário".

Tradutora do francês para o português, é também fluente em inglês. Teve acesso a tais línguas durante os quatro anos cursados no antigo Curso Ginasial do Instituto de Educação e por meio de aulas particulares. Além disso, possui conhecimentos em Espanhol e Italiano, ambos adquiridos através da leitura e do convívio (notadamente profissional) com pessoas, na Europa. Em 1995, Leny Werneck recebeu, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, o Diploma de melhor tradução de documentário para jovens, pelos cinco primeiros volumes da Coleção As Origens do Saber (Ed. Melhoramentos).

Normalmente, Leny escolhe e propõe as obras que traduz, em razão do que a leitura possa lhe proporcionar, bem como pela utilidade que estas possam ter no contexto brasileiro. Considera-se uma leitora atenta das teorias de tradução, apesar de não seguir nenhuma específica e procura respeitar os autores buscando, incessantemente, ampliar o conhecimento das línguas que utiliza na vida. Segundo ela, um bom tradutor necessita basicamente conhecer e respeitar as línguas e a diversidade de formas de expressão dos autores, dispor de uma sólida cultura geral e literária (ser bom leitor, bom ouvinte, frequentar cinema e teatro) e de boas fontes de consulta.

Atualmente, ela aguarda a confirmação da tradução dos manuscritos assinados por Geneviève Patte sobre o acesso a leitura e bibliotecas para crianças e jovens. Tradução que será, mais uma vez, uma proposta sua ao editor brasileiro.

Verbete publicado em 2 de August de 2007 por:
Dina Omar
Marie-Hélène Catherine Torres

Bibliografia

Traduções Publicadas

Delerm, Philippe. O primeiro gole de cerveja e outros prazeres minúsculos. [Por: Leny Werneck]. Rio de Janeiro: Rocco, 1999. 88 p. (La première gorgée de bière et autres plaisirs minuscules). Crônicas.

Essen, Anne van der; Delessert, Etienne. A Lagarta. [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1982. 28 p. (La chenille). Série Yok-Yok. Ilustrações de Etienne Delessert. Literatura infantil.

Essen, Anne van der; Delessert, Etienne. A Noite. [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1982. 28 p. (La nuit). Série Yok-Yok. Ilustrações de Etienne Delessert. Literatura infantil.

Essen, Anne van der; Delessert, Etienne. A Rã. [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1982. 28 p. (La grenouille). Série Yok-Yok. Ilustrações de Etienne Delessert.

Essen, Anne van der; Delessert, Etienne. O Coelho. [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1982. 28 p. (Le lapin). Série Yok-Yok. Ilustrações de Etienne Delessert. Literatura infantil.

Essen, Anne van der; Delessert, Etienne. O Mágico. [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1982. 28 p. (Le magicien). Série Yok-Yok. Ilustrações de Etienne Delessert. Literatura infantil.

Essen, Anne van der; Delessert, Etienne. O Melro. [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1982. (Le merle). Série Yok-Yok. Ilustrações de Etienne Delessert. Literatura infantil.

Gripe, Maria. A filha do papai Pelerine. [Por: Leny Werneck; Carlos Ramirez]. Rio de Janeiro: Nórdica, 1982. 156 p. (Pappa Pellerins dotter). Literatura juvenil.

Marchand, Pierre et al. A criação da pintura. [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1994. 32 p. (L’invention de la peinture). Série As Origens do Saber Ciências. Redação de Bétrice Fontanel; Claire d’Harcourt. Documentário infantil.

Marchand, Pierre et al. A música dos instrumentos. [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1994. 32 p. (La musique des instruments). Série As Origens do Saber Música. Redação de Bétrice Fontanel; Claire d’Harcourt. Documentário infantil.

Marchand, Pierre et al. O fogo, amigo ou inimigo? [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1994. 32 p. (Le feu ami ou ennemi?). Série As Origens do Saber Cièncias. Redação de Diane Costa de Beauregard e Catherine de Sairigne-Bon. Documentário infantil.

Marchand, Pierre et al. O teatro no mundo. [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1994. 32 p. (Les théâtres du monde). Série As Origens do Saber Espetáculo. Redação de Bétrice Fontanel; Claire d’Harcourt. Documentário infantil.

Marchand, Pierre et al. O céu e os seus mistérios. [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1994. 32 p. (Le ciel. Par-dessus nos têtes). Série As Origens do Saber Natureza. Redação de Diane Costa de Beauregard; Catherine de Sairigne-Bon. Documentário infantil.

Pennac, Daniel. Como um romance. [Por: Leny Werneck]. Rio de Janeiro: Rocco, 1993. 167 p. (Comme um roman). Ensaio.

Pennac, Daniel. Senhor Maulaussène. [Por: Leny Werneck]. Rio de Janeiro: Rocco, 1998. 532 p. (Monsieur Malaussène). Romance.

Soutter-Perrot, Adrienne. A água. [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1982. 28 p. (L'eau). Série Primeiro Livro da Natureza. Ilustrações de Etienne Delessert. Documentário infantil.

Soutter-Perrot, Adrienne. A minhoca. [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1982. 28 p. (Le ver). Série Primeiro Livro da Natureza. Ilustrações de Etienne Delessert. Documentário infantil.

Soutter-Perrot, Adrienne. A terra. [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1982. 28 p. (La terre). Série Primeiro Livro da Natureza. Ilustrações de Etienne Delessert. Documentário infantil.

Soutter-Perrot, Adrienne. O ar. [Por: Leny Werneck]. São Paulo: Melhoramentos, 1982. 28 p. (L'air). Série Primeiro Livro da Natureza. Ilustrações de Etienne Delessert. Documentário infantil.

Obra própria

França

Werneck, Leny. Drôle de tigre. Paris : La Farandole, 1981. 28 p. Ilustrações de Philippe Davaine. Literatura infantil.

Werneck, Leny. Le voleur de bicyclette. Paris: Syros, 2000/2001. 32 p. Romance infantil.

Werneck, Leny. Ma grand-mère d’ailleurs. Paris : Syros Jeunesse, 2000. 32 p. Romance infantil.

Werneck, Leny. Mandoline. Paris: La Farandole, 1977. 16 p. Ilustrações de Béatrice Tanaka. Literatura infantil.

Werneck, Leny. Où es-tu, Iemanjá? Paris: Syros, 2005. 28 p. Ilustrações de Philippe Davaine. Literatura infantil.

Werneck, Leny. Qu’ y a-t-il, crocodile? Paris : La Farandole, 1989. 28 p. Ilustrações de Daniel Maja. Literatura infantil.

Werneck, Leny. Un goût d’étoiles. Paris : Gallimard/Page Blanche, 1996. 112 p. Romance juvenil.

Werneck, Leny. Une vie de chien. Paris : La Farandole, 1982. 28 p. Ilustrações de Philippe Davaine. Literatura infantil.

Brasil

Werneck, Leny. Adeus, computador. Belo Horizonte: Lê, 1994. 24 p. Ilustrações de Nelson Cruz. Literatura infantil.

Werneck, Leny. Bandolim. São Paulo: Melhoramentos, 1979. 16 p. Ilustrações de Béatrice Tanaka. Literatura infantil.

Werneck, Leny. Bonjour, vovó! São Paulo: Salamandra, 1992. 64 p. Ilustrações de Claudio Martins. Literatura infantil.

Werneck, Leny. Como é que é, jacaré? São Paulo: Salamandra, 1984. Ilustrações de Rico Lins. Literatura infantil.

Werneck, Leny. Embaixo da cama. Belo Horizonte: Dimensão, 2007. 28 p. Ilustração de Philippe Davaine. Literatura infantil.

Werneck, Leny. História de uma cidade contada por ela mesma. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 2000/1965. Documentário.

Werneck, Leny. Mamãe perde e acha. Belo Horizonte: Dimensão, 2007. 24 p. Ilustração de Mariângela Haddad. Literatura infantil.

Werneck, Leny. O velho que foi embora. São Paulo: Melhoramentos, 1979/1974. 8 p. Ilustrações de Regina Yolanda. Literatura infantil.

Werneck, Leny. "Os suplementos literarios nos jornais parisienses". In: O jornal da forma ao sentido. Brasília: UnB, 2002/1997. Ensaio. Obra coletiva, direção de Prof. Sergio Dayrell Porto.

Werneck, Leny. Papai motorista. São Paulo: Melhoramentos, 1980. 16 p. Ilustrações de Gabor Gerzti. Literatura infantil.

Werneck, Leny. Tio Fercho. Belo Horizonte: Lê, 1994. 16 p. Ilustrações de Cláudio Martins. Literatura infantil.

Werneck, Leny. Záz! São Paulo: Salamandra, 1990. 32 p. Ilustrações de Béatrice Tanaka. Literatura infantil.

Editorial

Bandeira, Julio; Pedro Martins Caldas Xexéo; Roberto Conduru. A Missão Francesa. Rio de Janeiro: Sextante Artes, 2003. 208 p. Pesquisa iconográfica e editorial de Leny Werneck.

Debret, Jean-Baptiste. Caderno de Viagem. Rio de Janeiro: Sextante Artes, 2006. Pesquisa iconográfica e editorial de Leny Werneck. 96 p. Texto e organização de Júlio Bandeira.

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.