José Thomaz Brum :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


José Thomaz Brum

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

José Thomaz Almeida Brum Duarte nasceu a 23 de agosto de 1956 no Rio de Janeiro, RJ. Morou na França entre 1989 e 1990 e em 1996. Doutor em Filosofia pela Universidade de Nice, na França (1996), é professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, onde obteve a licenciatura (1980) e o mestrado (1984) também em Filosofia.

É tradutor de obras literárias e filosóficas, sobretudo do francês, embora sua primeira tradução tenha sido do inglês. Teve acesso a tais línguas, além do alemão, em colégios, cursos de línguas e com professores particulares.

Começou efetivamente a traduzir em 1984, com o livro De repente, Acidentes, de Carl Solomon, embora tenha traduzido anteriormente o artigo de Michel Foucault “A política da saúde no século XVIII”. Depois de traduzir textos de  dois escritores franceses do século XIX (Gautier e Maupassant), dedicou-se à divulgação e tradução da obra do ensaísta romeno de expressão francesa, Emil Cioran, e do filósofo francês contemporâneo Clément Rosset, que foi também seu orientador na Universidade de Nice. A partir destas traduções passou a escolher ou indicar as obras que traduzia. Seu interesse em divulgar a obra de Cioran o levou a conhecê-lo em Paris, no ano de 1990, e traduzir com ele Silogismos da Amargura.

Além de seu interesse pela literatura e pela filosofia do século XIX europeu, sua preferência como tradutor recai sobre autores marcados por Schopenhauer e Nietzsche, e que têm uma forte dimensão literária e estilística (como Cioran e Clément Rosset). Os autores que traduz possuem vínculos muito fortes com o seu projeto pessoal intelectual, o que lhe possibilitou escrever diversos artigos sobre eles em jornais brasileiros. Sua tradução de Théophile Gautier proporcionou-lhe a oportunidade de escrever um artigo em língua francesa para o Bulletin de la Société Théophile Gautier em 1996: “Le pessimisme romantique de Gautier: une vision philosophique”.

José Thomaz Brum é autor de dois ensaios filosóficos, originalmente suas teses de mestrado e doutorado em Filosofia, publicados no Brasil.

Verbete publicado em 9 de April de 2008 por:
Dina Omar
Marie-Hélène Catherine Torres

Bibliografia

Traduções Publicadas

Cioran, Emil. Breviário de decomposição. [Por: José Thomaz Brum]. Rio de Janeiro: Rocco, 1989. (Précis de décomposition). Ensaio filosófico. Prefácio de José Thomaz Brum.

Cioran, Emil. Exercícios de admiração. [Por: José Thomaz Brum]. Rio de Janeiro: Guanabara, 1988 / Rocco, 2001. (Exercices d’admiration). Ensaios. Prefácio de José Thomaz Brum.

Cioran, Emil. Historia e utopia. [Por: José Thomaz Brum]. Rio de Janeiro: Rocco, 1994. 142 p. (Histoire et utopie). Ensaio filosófico. Prefácio de José Thomaz Brum.

Cioran, Emil. Silogismos da amargura. [Por: José Thomaz Brum]. Rio de Janeiro: Rocco, 1991. 93 p. (Syllogismes de l'amertume). Aforismos filosóficos. Prefácio de José Thomaz Brum.

Foucault, Michel. "A política da saúde no século XVIII". [Por: José Thomaz Brum]. In:_____. Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Graal, 1979. (La politique de la santé au XVIII siècle). Artigo.

Gautier, Théophile. O clube dos haxixins. [Por: José Thomaz Brum]. Porto Alegre: L&PM, 1987. 111 p. (Récits fantastiques). Contos. Prefácio de José Thomaz Brum.

Maupassant, Guy de. Contos fantásticos. [Por: José Thomaz Brum]. Porto Alegre: L&PM, 1986. (Le Horla et autres contes cruels et fantastiques). Contos. Prefácio de José Thomaz Brum.

Rosset, Clément. "O objeto pictural - Homenagem a Pierre Soulages". In: Gávea – Revista de História da Arte e Arquitetura – Departamento de História da PUC-Rio, v. 15, n. 15, p.593–601, jul/1997. (L’objet pictural). Artigo.

Rosset, Clément. O princípio de crueldade. [Por: José Thomaz Brum]. Rio de Janeiro: Rocco, 1989. (Le principe de cruauté). Ensaio filosófico. Prefácio de José Thomaz Brum.

Rosset, Clément. O real e seu duplo: ensaio sobre a ilusão. [Por: José Thomaz Brum]. Porto Alegre: L&PM, 1988. 109 p. (Le réel et son double). Ensaio filosófico. Prefácio de José Thomaz Brum.

Solomon, Carl. De repente, Acidentes. [Por: José Thomaz Brum]. Porto Alegre: L&PM, 1985. 136 p. (Mishaps, perhaps). Prosa e Poesia. Introdução de José Thomaz Brum.

Obra própria

Ensaios

Brum, José Thomaz. Nietzsche: as artes do intelecto. Porto Alegre: L&PM, 1986. 80 p. Ensaio.

Brum, José Thomaz. Schopenhauer et Nietzsche: vouloir – vivre et volonté de puissance. Paris: L’Harmattan, 2005. 164 p. Ensaio. Prefácio de Clément Rosset.

Artigos

Brum, José Thomaz. Arte e Ascese Em Schopenhauer. In: Gávea, Rio de Janeiro, v. 10, p. 88-97, 1993.

Brum, José Thomaz. "Le Pessimisme romantique de Gautier: une vision philosophique". In: Bulletin de la société Théophile Gautier - La Comédie de la Vie et de la Mort, Montpellier, v. 1, n. 18, p. 33-37, 1996.

Brum, José Thomaz. "Música e Ceticismo em Cioran". In: Item, Revista de Arte, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, p. 36-40, 1995.

Brum, José Thomaz. "O demasiado humano conhecimento". In: Revista da Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, v. 1, p. 36-45, 2006.

Brum, José Thomaz. "O sentido, os sentidos e o sem-sentido da vida". In: PHILÓSOPHOS - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 9, n. 1, p. 1-5, 2004.

Brum, José Thomaz. "Pascal e Nietzsche". In: Cadernos Nietzsche, São Paulo, v. 1, n. 8, p. 35-41, 2000.

Obra própria traduzida

Brum, José Thomaz. O pessimismo e suas vontades: Schopenhauer e Nietzsche. [Por: José Thomaz Brum]. Rio de Janeiro: Rocco, 1998. 126 p. (Schopenhauer et Nietzsche: vouloir - vivre et volonté de puissance). Ensaio.

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.