John Milton :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


John Milton

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

John Milton nasceu em Birmingham, Inglaterra, em 07 de janeiro de 1956. Professor, tradutor, escritor e pesquisador, diplomou-se em Letras – Literaturas Inglesa e Espanhola pela Universidade de Wales, Grã-Bretanha.

Começou a carreira de professor no Brasil, em 1976, na Associação Alumni, São Paulo. E em 1986, defendeu o Mestrado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Em 1990, obteve o título de Doutor em Literaturas Inglesa e Norte-americana pela Universidade de São Paulo com a tese sobre Past and Present Trends in Literary Translation Studies.

Brasileiro por adoção, desde 1979, já morou na Espanha, Bélgica, Japão e Turquia. Tem o inglês como língua nativa e domina o português, espanhol, alemão, francês, italiano e está aprendendo turco.

É autor de diversas obras sobre teoria da tradução. Em 1993, lançou O Poder da Tradução (depois publicado como Tradução: Teoria e Prática) e organizou várias antologias de artigos. Traduziu Morte e Vida Severina de João Cabral para o inglês como Death and Life of Severino, e, junto com Marilise Bertin, adaptou Hamlet e Romeu e Julieta. Também escreveu um livro de viagens sobre o Japão: Imagens de um Mundo Trêmulo / Images of a Trembling World. Além disso, traduziu a poesia de John Keats e William Wordsworth junto com Alberto Marsicano. Vários dos artigos que ele escreveu podem ser acessados no seu site: www.johnmilton.pro.br

Verbete publicado em 23 de November de 2007 por:
Lilia L. C. Agnes
Andréia Guerini

Excertos de traduções

Excerto do poema "Death and Life of Severino", de João Cabral de Melo Neto. Versão para o inglês de John Milton.

ASSISTE AO ENTERRO DE UM TRABALHADOR DE EITO E OUVE O QUE DIZEM DO MORTO OS AMIGOS QUE O LEVARAM AO CEMITÉRIO

He sees the burial of a farm worker and listens to what his friends who take him to the cemetery say.

—— Essa cova em que estás,
com palmos medida,
é a cota menor
que tiraste em vida.

-The grave you're in
Is measured by hand,
The best bargain you got
In all the land.

—— é de bom tamanho,
nem largo nem fundo,
é a parte que te cabe
neste latifúndio.

-You fit it well,
Not too long or deep,
The part of the latifundio
Which you will keep.

—— Não é cova grande.
é cova medida,
é a terra que querias
ver dividida.

-The grave's not too big,
Nor is it too wide,
It's the land you wanted
To see them divide.

—— é uma cova grande
para teu pouco defunto,
mas estarás mais ancho
que estavas no mundo.

-It's a big grave
For a body so spare,
But you'll be more at ease
Than you ever were.

—— é uma cova grande
para teu defunto parco,
porém mais que no mundo
te sentirás largo.

-You're a skinny corpse
For such a big tomb,
But at least down there
You'll have plenty of room.

—— é uma cova grande
para tua carne pouca,
mas a terra dada
não se abre a boca.

-The grave is big
For your skin and bone,
But when land is given,
You can hardly moan.

Melo Neto, João Cabral de. "Death and Life of Severino". São Paulo: Pleiade, 2003. pp. 31 32

Bibliografia

Traduções Publicadas

Bertin, M. R. Romeu e Julieta. [Por: John Milton]. Adaptação bilingue. São Paulo: Disal, 2006. 160 p.

Bertin, M. R.. Hamlet. [Por: John Milton]. Adaptação bilingue. São Paulo: Disal, 2005. v. 1. 164 p.

Gadotti, Moacir. Pedagogy of Práxis. [Por: John Milton; John, G. M. T. M.]. Binghampton, EUA: Suny, 1996.

Marsicano, John Keats. Nas Asas Invisíveis da Poesia. [Por: John Milton; Alberto]. São Paulo: Iluminuras, 1998. 96 p.

Villa, Dirceu. Imagens de um Mundo Trêmulo. [Por: John Milton].  Edição bilíngue. São Paulo: Hedra, 2006. v. 1. 160 p. (Images of a Trembling World). Livro de viagem sobre Japão.

Capítulos de livros publicados

Malmkjaer, K.; Smith, V. "Translation and Mass Culture". [Por: John Milton]. In: Andrew Chesterman; Natividad Gallardo San Salvador; Yves Gambier. (Org.). Translation in Context: Selection Contributions from the EST Congress - Granada 1998. Amsterdam: John Benjamins, 2000, v. 1, 243-259 p.

Obra própria

Milton, John. Death and Life of Severino. São Paulo: Pleiade, 2003. 64 p.

Milton, John. O Clube do Livro e a Tradução. Bauru: Editora da Universidade do Sagrado Coração, 2002. v. 1. 190 p.

Milton, John. Tradução: Teoria e Prática. São Paulo: Martins Fontes, 1998. 247 p.

Milton, John. O Poder da Tradução. São Paulo: Ars Poética, 1993. v. 1. 194 p.

Capítulos de livros publicados

Milton, John. "Resistance in the Translations of Monteiro Lobato". In: M. Tymoczko and E. Gentzler, (Org.). Resistance and Translations. Amherst: Univ Mass Press, 2007.

Milton, John. "The Translation of Mass Fiction". In: Alison Beeby; Doris Enginger; Marisa Presas. (Org.). Investigating Translation: Papers from the 4th International Congress on Translation, Barcelona, 1998. Amsterdam: John Benjamins, 2000, v. 1, 171-179 p.

Milton, John. "Translating Latin América". In: Marcia Martins. (Org.). Tradução e Multidisciplinaridade. Rio de Janeiro: Lucerna, 1999, v. 1, 167-173 p.

Milton, John. A Translation Model From Brazil: The Theory And Practice Of Augusto & Haroldo de Campos. Theoretical Issues and Practical Cases in Portuguese-English Translation. Lampeter, Reino Unido: Edwin Mellen, 1996.

Milton, John. Modernists Versus Neo-Parnassians in Brazil. International Anthologies of Literature in Translation. Berlin: Erich Schmidt Verlag, 1995.

Milton, John. As Tradições Inglesa, Alemã e Brasileira da Tradução. Culturas e Signos em Deslocamento. Belo Horizonte: UFMG, 1995.

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.