Irene Teodora Helena Aron :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


Irene Teodora Helena Aron

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Todo o percurso profissional de Irene Aron  esteve ligado ao meio acadêmico, pois trabalhou 25 anos como professora de Literatura Alemã na USP (Universidade de São Paulo). Ademais, é bacharela e licenciada em Letras Anglo-Germânicas desde 1966, e doutora desde 1981, também pela USP. Nasceu em 1943, em São Paulo, capital.

Irene Aron passou vários períodos na Alemanha, onde morou de 1968 a 1971, em Tübingen, com bolsa de estudos do Deutscher Akademischer Austauschdienst (DAAD). Fez estágios de seis meses nos anos de 1982, em Freiburg, e 1989, em Marbach, e obteve bolsas de curta duração em 1977 e em 1986. Durante esses estágios, aperfeiçoou seus conhecimentos de literatura alemã. Dedicou-se também a outras linhas de pesquisa como Literatura do Exílio e de Resistência e recepção da Literatura Alemã no Brasil.

A tradutora tem diversos artigos publicados, alguns livros e trabalhos publicados em anais de evento, sendo que alguns deles abordam a prática da tradução. Entre os autores que traduziu estão Peter Schneider, Bertolt Brecht, Max Frisch, Victor Klemperer, Günter Grass, Stefan Zweig e Walter Benjamin, incluindo poemas e peças teatrais.

Verbete publicado em 13 de October de 2005 por:
Manuela Acássia Accácio
Werner Heiderman

Bibliografia

Traduções Publicadas

Ausländer, Rose. "Gedichte" (1901-1988). [Por: Irene Aron]. In: Revista Projekt, Nr. 34, S. 15-17, nov. 1999. Tradução de poemas.

Benjamin, Walter. O livro das passagens. [Por: Irene Aron]. Belo Horizonte: UFMG, 2005. (Das Passagen-Werk).

Brecht, Bertolt. Os negócios do Senhor Julio César. [Por: Irene Aron]. Rio de Janeiro: Rocco, 1986. 196 p. (Die Geschäfte des Herrn Julius Caesar). Romance.

Frisch, Max. Stiller. [Por: Irene Aron]. São Paulo: Siciliano, 1992. 317 p. (Stiller). Romance.

Grass, Günter. Meu século. [Por: Irene Aron]. Rio de Janeiro: Record, 2000. 332 p. (Mein Jahrhundert). Romance.

Handke, Peter. Kaspar. [Por: Irene Aron]. Porto Alegre: Instituto Goethe, 1978. 118 p. (Kaspar). Peça de teatro.

Henkel, Heinrich. Os pintores de canos. [Por: Irene Aron]. Porto Alegre: Instituto Goethe, 1971. 62 p. (Die Eisenwichser). Peça de teatro.

Klemperer, Victor. Os diários de Victor Klemperer: testemunho de um judeu na Alemanha nazista, 1933-1945. [Por: Irene Aron]. São Paulo: Companhia das Letras, 1999. 895 p. (Ich will Zeugnis ablegen bis zum letzten).

Schneider, Peter; Büchner, Georg. Lenz. [Por: Irene Aron]. São Paulo: Brasiliense, 1985. 165 p. (Lenz. Eine Erzählung). Posfácio de Irene Aron. Narrativa.

Steger, Hugo. "O que é linguagem literária?" [Por: Irene Aron; Sidney Camargo]. In: Revista Fragmentos, Florianópolis: UFSC, v. 2, n. 1, jan. 1987. (Was ist eigentlcih Literatursprache?).

Watzlawick, Paul. Sempre pode piorar ou a arte de ser (in)feliz: Uma abordagem psicológica. [Por. Irene Aron]. São Paulo: EPU, 1984. 100 p. (The situation is hopeless, but not serious).

Zweig, Stefan. Maria Antonieta. [Por: Irene Aron]. Rio de Janeiro: Guanabara, 1951. (Maria Antoinette). Biografia.

Obra própria

Aron, Irene. Introdução à obra de Max Frisch. São Paulo: FFLCH/USP, 1975. 52 p.

Aron, Irene; Bruchner, H.; Mayer, R. Ganz leicht ist es nicht. 25 roteiros para o Curso Alemão para Estrangeiros (TV Cultura São Paulo). São Paulo, 1976 e São Paulo: EPU, 1977.

Aron, Irene. Handbuch für den Deutschlehrer. São Paulo: APPA, 1977.

Aron, Irene. Georg Büchner e a modernidade. São Paulo: Annablume, 1993. 174 p. Originalmente apresentado como tese de doutorado na Universidade de São Paulo (1981).

Aron, Irene; Heise, Eloá (Org.) Curso de língua e literatura alemã. São Paulo: FFLCH/ USP, 1994.

Artigos

Aron, Irene. "A modernidade de Georg Büchner". In: Revista Fragmentos, Florianópolis: UFSC, v. 1, n.1, p. 178-184, jan. - jul. 1986.

Aron, Irene. "Lenz: a trajetória do ser humano". In: Revista Fragmentos, Florianópolis: UFSC, v. 1, n. 2, jul.-dez. 1986.

Aron, Irene. "Biografia: um jogo". In: Folha de São Paulo, nº 527, 13 mar. 1987. Folhetim, p. 8.

Aron, Irene. "O 'Lenz' de Peter Schneider e seu modelo, o 'Lenz' de Georg Büchner". In: Cadernos da Semana de Literatura alemã contemporânea; III Semana de Literatura Alemã 1989: Literatura como fonte de Literatura, São Paulo: USP, v. 2, p. 27-37, 1989.

Aron, Irene; Bolle, Willi (Org.). "Canções do lado de lá (Wolf Biermann). Antes e depois do muro". In: Anais da VI Semana de Literatura alemã contemporânea, São Paulo: FFLCH/USP, p. 31-36, 1994.

Aron, Irene. "Elias Canetti: um destino judaico". In: Dôssie Nova História, São Paulo: USP, n. 23, 8 p., set.-nov. 1994.

Aron, Irene. "Língua e identidade". In: Projekt; Revista dos professores de alemão no Brasil, São Paulo, v. 16, p.10-15, abr.1995. O artigo comenta Paul Celan e Elias Canetti.

Aron, Irene; Röhl, Ruth. "Elias Canetti: "Auto-de-fé". A expressão da modernidade no século XX". In: Anais da VIII Semana de Literatura alemã, São Paulo: FFLCH/USP, p. 31-39, 1996.

Aron, Irene. "Paul Celan: A expressão do indizível". In: Pandæmonium germanicum, Revista de Estudos Germânicos, São Paulo: USP, v.1, p. 77-85, 1997.

Aron, Irene. "Oskar Maria Graf: odisséia de um solitário". In: Revista Letras, Curitiba: UFPR, n. 49, jan.-jun. 1998.

 

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.