Hélio Pólvora de Almeida :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


Hélio Pólvora de Almeida

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Hélio Pólvora de Almeida nasceu em uma fazenda de cacau, município de Itabuna, Bahia, em outubro de 1928. Passou 32 anos no Rio de Janeiro e reside em Salvador desde 1990. Sua formação intelectual está dividida entre Ilhéus, Salvador e Rio de Janeiro. Na primeira cidade, fez o curso primário; em Salvador, o secundário. Em janeiro de 1953 fixou-se no Rio de Janeiro, para curso universitário de Direito. Iniciou, então, carreira como jornalista profissional, paralelamente à atividade de escritor. Atuou em vários veículos importantes de comunicação, entre eles, Jornal do Brasil, Correio da Manhã, Diário de Notícias, Diário Carioca, Correio Braziliense e revista Veja.

É contista, crítico literário, cronista e tradutor. Sua estreia literária deu-se em 1958, com Os Galos da Aurora, publicado com o selo da Civilização Brasileira; seguiram-se cerca de 25 títulos. Como tradutor, estreou em 1963, pelo livro de Allen Sievers, Revolução, Evolução e Ordem Econômica (Zahar Editores, Rio de Janeiro). Hélio Pólvora já verteu cerca de oitenta livros para o português. Costuma traduzir do inglês e do francês, e entre os autores que traduziu se destacam William Faulkner – o seu favorito – e Ernest Hemingway. Além de ficção, traduz obras de economia, sociologia, história e filosofia.

Atualmente, assina uma coluna semanal de crônicas no jornal A Tarde, de Salvador, e é um dos principais colaboradores do suplemento "A Tarde Cultural". Também edita o Jornal de Contos, na Internet. Faz parte da Academia de Letras do Brasil, com sede em Brasília, onde ocupa a cadeira 13, que tem como patrono Graciliano Ramos. Também pertence à Academia de Letras da Bahia e Academia de Letras de Ilhéus.

Conquistou importantes prêmios literários, entre os quais os da Bienal Nestlé de Literatura, anos 1982 e 1986, primeiro lugar, gênero conto, além dos prêmios da Fundação Castro Maya, para o livro Estranhos e Assustados, e Jornal do Commercio, para Os Galos da Aurora.

Visitou a Colômbia e Alemanha, a convite oficial; também os Estados Unidos, a convite do Presidente Gerald Ford, para contatos em universidades americanas que incluíram Nova York, Memphis, Mississipi e Berkeley. Como visitante comum, conhece os principais países do Ocidente. Hélio Pólvora tem contos e ensaios de literatura publicados no exterior.

Verbete publicado em 5 de January de 2009 por:
Laís Grubba Tavares
Andréia Guerini

Bibliografia

Traduções Publicadas

Soboul, Albert. A Revolução Francesa. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Zahar, 1964.

Berlin, Isaiah. Karl Marx. [Por: Hélio Pólvora]. São Paulo: Siciliano, 1991.

Hemingway, Ernest. As Aventuras de Nick Adams. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Artenova, 1973.

Faulkner, William. Enquanto Agonizo. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura, 1980.

_________________ Desça, Moisés. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura, 1981.

Singer, Isaac Bashevis.  Breve Sexta-Feira. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1977.

____________________, Escória. [Por: Hélio Pólvora]. São Paulo: Siciliano, 1992.

____________________ Yentl. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Record, 1982.

Vivas, Eliseo. Marcuse em Julgamento. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Bloch, 1972.

Sievers, Allen. Revolução, Evolução e Ordem Econômica. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Zahar, 1963.

Russell, Bertrand. Fundamentos de Filosofia. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Zahar, s/d.

Guillerm, Alain; Bourdet, Yvon.  Autogestão: Uma Mudança Radical. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Zahar, 1976.

Inaba, Barryl S.; Cohen, William E. Drogas:Estimulantes, Depressores, Alucinógenos. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Zahar, 1991.

Bowles, Paul. Bem Acima do Mundo. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1966.

Clarke, Arthur C. A Cidade e as Estrelas. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: GRD, 1967.

Bulmer, Kenneth. Cidade Submarina. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1977.

Gage, Nicholas. A Máfia Não Perdoa. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Record, s/d.

James, Donald; Barwick, Tony. Sombra do Lobo. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Record, 1978.

Greene, Graham. O Cônsul Honorário. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Artenova, 1974.

Caspary,Vera. Laura. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Record, s/d.

Asimov, Isaac. Viagem Fantástica. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Bloch, 1972.

Pilhes, René-Victor. O Imprecador. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.

Burnett, Hallie. Alerta no Muro. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Bloch, s/d.

Mayer, Kurt B.  Classe e Sociedade. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Bloch, 1967.

O´Hara, John. Butterfield 8. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: José Olympio, 2005.

Adams, Richard.  A Longa Jornada. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1976.

Warren, Robert Penn. Os Capangas do Chefe. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Bloch, 1968.

McCarthy, Mary. Pássaros da América. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Artenova, 1973.

Pentecost, Hugh.  Morte ao Anoitecer. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1978.

Rendell, Ruth. Noturno para Margaret. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1978.

Read, Piers Paul. No Terceiro Dia. [Por: Hélio Pólvora]. São Paulo: Siciliano, 1992.

Miller, Henry. Plexus. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Bloch,1969.

___________ Nexus. [Por: Hélio Pólvora]. Rio de Janeiro: Bloch, 1971.

Bradbury,  Ray.  Outros Contos do País de Outubro. Rio de Janeiro: GRD, 1965.

Malamud, Bernard.  O Bode Expiatório. Rio de Janeiro: Bloch, s/d.

 Kennedy, Robert F. Amigos Leais e Bravos Inimigos. Rio de Janeiro: Record, 1961

Obra própria

Pólvora, Hélio. Os Galos da Aurora.  Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1958; Salvador: Casa das Palavras, 2002.

Pólvora, Hélio. A Mulher na Janela.   Rio de Janeiro: Estante, 1962.

Pólvora, Hélio. Estranhos e Assustados. Rio de Janeiro: Lidador, 1966; Rio de Janeiro: Francisco Alves,1977, 2.ed.

Pólvora, Hélio. A Força da Ficção.  Petrópolis: Vozes, 1970.

Pólvora, Hélio. Noites Vivas.  Rio de Janeiro: Expressão e Cultura, 1971; Rio de Janeiro: Antares, , 1978, 2.ed.

Pólvora, Hélio. Graciliano, Machado, Drummond & Outros. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1973.

Pólvora, Hélio. 10 Contos Escolhidos.  Brasília:Horizonte, 1984.

Pólvora, Hélio. Massacre no Km 13. Rio de Janeiro: Antares,1980.

Pólvora, Hélio. O Menino do Cacau. Rio de Janeiro: Antares,1975.

Pólvora, Hélio. O Grito da Perdiz.  São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1982.

Pólvora, Hélio. Mar de Azov. São Paulo: Melhoramentos, 1986.

Pólvora, Hélio. Xerazade. Rio de Janeiro: José Olympio, 1992.

Pólvora, Hélio. Um Pataxó em Chicago.  Salvador: BDA, 1994.

Pólvora, Hélio. O Espaço Interior.  Ilhéus: Universidade Livre do Mar e da Mata, 1998.

Pólvora, Hélio. Crônicas da Capitania. São Paulo: Legnar, 2000.

Pólvora, Hélio. A Guerra dos Foguetões Machos. Alenquer, Portugal: Orabem ,  2000.

Pólvora, Hélio. O Rei dos Surubins. Rio de Janeiro: Imago, 2000.

Pólvora, Hélio. Itinerários do Conto. Interfaces críticas e teóricas da moderna short story.  Ilhéus: Editus, 2002.

Pólvora, Hélio. Memorial de Outono.  Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

Pólvora, Hélio. Contos da Noite Fechada. Ilhéus: Editus , 2003.

Pólvora, Hélio. De Amor Ainda Se Morre. Salvador: EPP Publicações e Publicidade, 2008.

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.