George Sperber :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


George Sperber

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Antes de se tornar um Tradutor Público e Intérprete simultâneo em alemão, espanhol, francês, inglês e italiano, línguas nas quais foi aprovado em concurso pela Junta Comercial do Estado de São Paulo, em 1979, George Sperber formou-se na Universidade de São Paulo, em 1971, como Bacharel em Letras Alemão, Inglês e Português. Em 1975,  doutorou-se em Literatura Alemã na Universidade Ludwig-Maximilian, em Munique.

Natural de Viena, na Áustria, deixou o seu país natal em 1940, com dois anos de idade, e viajou em direção à Argentina, onde viveu de 1940 até 1961; passou pelo Brasil e dirigindo-se depois para a Alemanha, em 1972. Retornou ao Brasil em 1975, voltando à Alemanha novamente em 1990 e, por fim, estabeleceu-se no Brasil em 1991.

Esse contato com culturas diferentes facilitou o aprendizado das línguas estrangeiras. O espanhol, sua segunda língua, foi adquirido na rua e na escola primária ao longo da vivência na Argentina. O francês, quarta língua, durante a escola secundária; já o inglês, sua terceira língua, no Instituto Cultural Argentino-Norte-Americano. A quinta e sexta línguas, o italiano e o português, o tradutor aprendeu como autodidata.

Sperber, que começou a traduzir em 1962, é professor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, nas áreas de Teoria da Tradução, Teoria Literária e Literatura Alemã contemporânea; trabalhou também como redator e produtor na TV Cultura de São Paulo por seis anos. Foi representante no Brasil da Fundação Konrad Adenauer, da Alemanha, por 22 anos e tradutor nessa instituição.

Entre algumas de suas traduções estão Espelho Cego, de Robert Menasse e Contos de amor e morte, de Arthur Schnitzler. Além disso, Sperber traduziu mais de uma centena de artigos para diversos periódicos, como a revista Humboldt, editada por InterNationes - Instituto Goethe, Alemanha; traduziu, também, peças teatrais que chegaram a ser encenadas, assim como roteiros de filmes para legendagem ou dublagem.

Verbete publicado em 20 de July de 2005 por:
Manuela Acássia Accácio
Werner Heiderman

Bibliografia

Traduções Publicadas

Auerbach, Erich. Mimesis: representação da realidade na literatura ocidental. [Por: George Sperber; Suzi F. Sperber]. São Paulo: Perspectiva, 1971. (Mimesis). Estudos.

Artistas alemães na América Latina: pintores e naturalistas do século XIX ilustram um continente. [Por: George Sperber]. Berlim: Instituto Ibero-Americano, Patrimônio Cultural Prussiano, 1978. 148 p. Catálogo.

Biesanz, Richard; Biesanz, Karen Z. Introdução às Ciências Sociais. [Por: George Sperber]. São Paulo: Companhia Nacional, 1963. (An Introduction to Social Science).

Bossen, Gerd D.; et. al. A Rússia no início da era Putin. [Por: George Sperber; Patricia Galizia]. São Paulo: Fundação Konrad Adenauer, 2000. 103 p. (Cadernos Adenauer) Artigos.

Garber, Klaus. "Por que os herdeiros de Walter Benjamin ficaram ricos com espólio. Filosofia da história de Walter Benjamin". [Por: George Sperber]. In: Revista USP, São Paulo, n. 15.

Garber, Klaus. "Por que um mundo todo nos detalhes do cotidiano? História e cotidiano em Walter Benjamin". [Por: George Sperber]. In: Revista USP, São Paulo, n. 15.

Habermas, Jürgen. A inclusão do outro; estudos de Teoria Política. [Por: George Sperber; Paulo Soethe; Milton C. Mota]. São Paulo: Loyola, 2002. 390 p. Política.

Jakobson, Roman. A Construção Gramatical do Poema "Wir sind sie", de Bertolt Brecht. [Por: George Sperber]. São Paulo: Perspectiva, 1970. Linguística, Poética, Comunicação.

Menasse, Robert. Espelho Cego. [Por: George Sperber]. São Paulo: Companhia das Letras, 2000. 384 p. (Selige Zeiten, brüchige Welt). Romance.

Sander, Klaus. Próximo ao desejo do coração. [Por:  George Sperber; Peter Naumann]. In: Mendes, Ricardo; Bernardo, Gustavo (Orgs.). In: Vilém Flusser no Brasil, São Paulo, Rio de Janeiro.

Schnitzler, Arthur. Contos de amor e morte. [Por: George Sperber; Márcio Suzuki]. São Paulo: Companhia das Letras, 1987. 303 p. (Erzählungen). Seleção e apresentação Wolfgang Bader. Contos.

Sund, Robert B.; Picard, Anthony J. Objetivos Comportamentais e Medidas de Avaliação. [Por: George Sperber]. São Paulo: EPU, 1978. (Behavioral objectives and evaluational measures: science and mathematics).

Obra própria

Sperber, George. Wegweiser im "Amazonas". Studien zur Rezeption, zu den Quellen und zur Textkritik der Sdamerika-Trilogie Alfred Döblins. München: Tuduv, 1975.

Sperber, George Bernard. Introdução à peça radiofônica. São Paulo: EPU, 1980. 250 p. Teoria do rádio.

Sperber, George. "Arthur Schnitzler: prosador do 'fin-de-siècle'". In: A expressão da modernidade no século XX. Anais da VIII Semana de Literatura Alemã. Ruth Röhl (Org.). São Paulo: (FFLCH-USP), 1996. p. 41-49. Artigo.

Sperber, George. "Franz Kafka: Raízes". In: Pandaemonium Germanicum, Revista da área de Alemão, São Paulo: Humanitas, n. 1, 221 p., 1997. Artigo.

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.