Erick Ramalho de Souza Lima :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


Erick Ramalho de Souza Lima

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Erick Ramalho de Souza Lima nasceu em 30 de janeiro de 1977 em Belo Horizonte, Minas Gerais.

É pesquisador e tradutor do Centro de Estudos Shakespeareanos, CESh, e foi professor de língua e literatura inglesas na Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais FALE/UFMG.

Obteve formação acadêmica como Mestre em Literaturas de Expressão Inglesa pela Universidade Federal de Minas Gerais, Graduação em Letras Português/Inglês pela PUC-MG e estudos de aperfeiçoamento em língua e literatura inglesas em Oxfordshire, Inglaterra. Atualmente é membro-diretor do Centro de Estudos Shakespeareanos, (Cesh).

Erick aprendeu o inglês no contato familiar e domina o português, inglês e alemão. É um apaixonado por línguas. Lê latim clássico, medieval e renascentista e grego, além de possuir habilidade de leituras em sueco, dinamarquês, norueguês e islandês moderno e antigo.

Por volta de 1997, começou a traduzir excertos de obras literárias. Traduziu três obras inteiras e alguns artigos e capítulos. Suas principais traduções são: Sonho de Uma Noite de Verão de William Shakespeare, Beowulf e Poemata, poemas em latim e em grego de John Milton. Registre-se, também, que foi editor desta última obra, para a qual escreveu uma introdução e longos comentários.

Sempre traduz das línguas originais. Sobre sua prática de tradução publicou o artigo A figuração do tempo em Beowulf. Do original à tradução.

Sobre a tradução em geral publicou Modes of Appropriation: Translating Greek and Latin Epic in Early Modern England (Golding’s Ovid and Chapman’s Homer).

Em 2008, recebeu o Prêmio Jabuti na Categoria Melhor Tradução, e o troféu pelo segundo lugar com a obra Beowulf.

Verbete publicado em 23 de November de 2007 por:
Lilia L. C. Agnes
Andréia Guerini

Excertos de traduções

Versos 2440-2459 de Beowulf, Poema épico anônimo inglês. Tradução de Erick Ramalho.

2440

broðor oðerne blodigan gare.
þæt wæs feohleas gefeoht fyrenum gesyngad,
hreðre hygeméðe; sceolde hwæðre swa þeah
æðeling unwrecen ealdres linnan.

Ao mais velho leito letal (violento)
fez, infausto, um feito do irmão: feriu-o
de morte o amigo, co'o arco de hastes córneas,
(Hæthcyn, fratricida, acertou com flecha

2445

Swa bið geomorlic gomelum ceorle
to gebidanne þæt his byre ride
giong on galgan: þonne hé gyd wrece,
sárigne sang þonne his sunu hangað
hrefne to hroðre ond he him helpan ne mæg
eald ond infród ænige gefremman.

o alvo errado, após mirar o alvo certo).
Um crime desses o ouro não compensa,
nem se pode vingar do filho próprio.
Sofre o velho pai, vendo-o feito ao filho -
jovem que jaz; que faz do corvo o júbilo.
Idoso e experiente, entoa hino fúnebre.

2450

Symble bið gemyndgad morna gehwylce
eaforan ellorsíð, oðres ne gymeð
to gebidanne burgum in innan
yrfeweardas þonne se an hafað
þurh deaðes nyd dæda gefondad.

Todas as manhãs trazem-lhe à mente a morte
do filho - feito final. Não faz caso
de ter, no salão, rebento segundo.
Vê o salão de vinho vazio; vento
apenas, na habitação (de alegria

2455

Gesyhð sorhcearig on his suna bure
winsele westne windge reste
reote berofene• rídend swefað
hæleð in hoðman• nis þaér hearpan sweg
gomen in geardum swylce ðær iu wæron.

privada) do filho. Que pesar! Postos
os que a cavalo andam a dormir: covas,
lá, pra o sono lúgubre dos heróis.
Não há, com havia antes, da harpa o som.
Júbilo, nessa casa, já não jaz.

Anônimo. Beowulf. [Por: Erick Ramalho]. Belo Horizonte: Tessitura Editora, 2007, versos 2040-2059. pp. 148-151. Edição bilíngüe. Tradução, Introdução e Notas de Erick Ramalho.

Bibliografia

Traduções Publicadas

RAMALHO, Erick. Beowulf. Belo Horizonte: Tessitura, 2007.

SHAKESPEARE, William. Sonho de Uma Noite de Verão. [Por: Erick Ramalho]. Belo Horizonte: Tessitura (Selo CESh), 2006.

RAMALHO, Erick. O Fragmento de Finnsburh. Brathar v. 2. 2006, 132-134 p.

MILTON, John. Poemata. Poemas em Latim e em Grego. [Por: Erick Ramalho]. Belo Horizonte: Tessitura, 2008.

Capítulos de Livro publicados

ZEICHNER, Kenneth M. "A Pesquisa-Ação e a Formação Docente Voltada para a Justiça Social: Um Estudo de Caso nos Estados Unidos". [Por: Erick Ramalho]. In: Pereira, Júlio Emílio Diniz; Zeichne, Kenneth M.  (ed.) A Pesquisa na Formação e no Trabalho Docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2002. 67-94 p.

Artigos traduzidos:

MEERKOTTERE, Dirk; ROBINSON, Maureen. "Quinze Anos de Pesquisa-Ação pela Emancipação Política e Educacional de uma Universidade Sul-Africana". In: Pereira, Júlio Emílio Diniz; Zeichne, Kenneth M.  (ed.) A Pesquisa na Formação e no Trabalho Docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2002. 95-126 p.

GREGORY, Maughn. "Uma Ética Pragmatista de Socialização". In: Kohan, Walter  (ed.) Ensino de Filosofia. Perspectivas. Belo Horizonte: Autêntica, 2002. 143-151 p.

Obra própria

Capítulos de Livro publicados

RAMALHO, Erick. "Scenes of Silence: Titus Andronicus and Nietzsche's Concept of Oneness." In: Kujawinska, Krystina ; Kawachi, Yoshiko  (Org.). Multicultural Shakespeare. Vol. 3. Lodz: Lodz University Press, 2006. 81-94 p.

RAMALHO, Erick. "In Ore Cuiuslibet: Roger Bacon's Opus Maius and the Hesiodic Notions of Potential and Realised Language". In: De Boni,  Luis Alberto; Pich, Roberto Hofmeister  (Org.). A recepção do pensamento greco-romano, árabe e judaico pelo ocidente medieval. Coleção Filosofia. Vol. 171. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004, 527-536 p.

RAMALHO, Erick. "Rosas renascentistas no sertão: transfigurações estéticas e palavras em chiaroscuro". In: Duarte, Lélia Parreira  (Org.). Veredas de Rosa. Belo Horizonte: PUC Minas, 2000, v. 1. 17-765 p.

RAMALHO, Erick. "Guararavacã do Guaicuí e a Rede de Rosa". In: Duarte, Lélia Parreira. (Org.). Veredas de Rosa II. Belo Horizonte: PUC-MINAS, 2003. 218-222 p.

RAMALHO, Erick. Breve ensaio do tempo rosiano. In: Duarte, Lélia Parreira. (Org.). Veredas de Rosa III. Belo Horizonte: PUC-Minas, 2007, v. 1. 264-271 p.

Artigos e Ensaios Próprios em Publicações Acadêmicas:

RAMALHO, Erick. Breaking Silence: Shakespeare and the Nietzschean conception of the tragic conflict between oneness and uniqueness. Claritas. São Paulo: PUC-SP, 2006. 25-44 p.

RAMALHO, Erick. "Silence in Samuel Daniel’s Undramatic Poetry: Delia sonnet XLV". Revista do ISAT, v. 1, p. 15, 2006. 15-28 p.

RAMALHO, Erick. "Modes of Appropriation: Translating Greek and Latin Epic in Early Modern England (Golding’s Ovid and Chapman s Homer)". Tradução e Comunicação, v. 15, p. 15, no prelo.

RAMALHO, Erick. "A figuração do tempo em Beowulf. Do original à tradução". Brathair, v. 4 (2), 2004. 127-141 p.

RAMALHO, Erick. "Palavra, olhar e silêncio em Dom Casmurro". Scripta, Belo Horizonte, v. 3, 2000, 81-96 p.

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.