Berenice Barreto Xavier :: DITRA - Dicionário de tradutores literários no Brasil :: 
Dicionário de tradutores literários no Brasil


Berenice Barreto Xavier

Perfil | Excertos de traduções | Bibliografia

Berenice Barreto Xavier nasceu em 20 de fevereiro de 1899, em Granja, no Ceará, filha de Elisa Barreto Xavier e do "coronel" Ignácio Xavier. Berenice, segunda de treze filhos, mudou-se para o Rio de Janeiro em 1932, onde um de seus irmãos, o jornalista e tradutor Lívio Xavier, já morava. Além de um vasto trabalho como tradutora, Berenice Xavier, como assinava suas obras, trabalhou na agência de notícias Reuters, no Instituto Nacional do Livro e na Biblioteca Nacional brasileira. Na biblioteca permaneceu até o ano de 1969, quando retornou ao Ceará, radicando-se em Fortaleza, até seu falecimento, em 12 de julho de 1986.

Berenice começou suas atividades de tradutora profissional de língua inglesa para a língua portuguesa em 1936, pela Athena Editora, de propriedade de Pasquale Petraccone, que era um importante líder antifascista entre as colônias italianas no Brasil e simpatizante do movimento trotskista. Como Lívio Xavier, seu irmão, tradutor para a mesma editora, não é factual que o ingresso de Berenice para a Editora Athena deu-se a partir do mesmo.

Em 1936, Berenice Xavier foi responsável pela primeira tradução para o português brasileiro de The Taming of the Shrew, de Shakespeare, inaugurando assim, a coleção Bibliotheca Theatral da editora em questão. O título escolhido para a obra foi A megera domada, e como tal acabou se consagrando.

Em 1938, com a intensa perseguição da ditadura, Pasquale Petraccone, dono da Editora Athena foi preso e, então, obrigado a interromper suas atividades editoriais, que retomaram apenas no ano seguinte, na cidade de São Paulo, com a transferência da editora para lá.

Alguns anos depois, sem novas traduções, o retorno de Berenice à atividade parece ter-se dado a partir de um trabalho circunstancial para a editora José Olympio. Circunstancialmente porque a José Olympio publicara a Pequena história do mundo, de H.G. Wells, em tradução de Gustavo Barroso, de 1937. Em 1944, a editora lança a terceira edição da mesma obra, mas em versão ampliada, com a implementação de três novos capítulos, traduzidos por Berenice.

A partir de 1944, Berenice Xavier volta a traduzir com bastante frequência e, até o final dos anos 1950, sobretudo para a editora José Olympio, com diversas reedições e licenciamentos para outras editoras. No empreendimento coordenado por Paulo Rónai, Berenice Xavier traduziu também vários dos estudos introdutórios que acompanhavam alguns volumes, tais como: Georg Brandes, “Balzac”; Theodore de Banville, “Honoré de Balzac”; Émile Zola, “Chaudes-Aigues e Balzac”; Henry James, “Balzac”; Marcel Proust, “O caso Lemoine num romance de Balzac”; Anatole France, “Balzac”; Fernand Baldensperger, “Balzac, escritor universal”; Paul Bourget, “Balzac e o primo Pons”.

Berenice também foi responsável pela tradução de Moby Dick, de autoria de Herman Melville, assim como comenta o estudioso Mário Luiz Frungillo: “Sobre a tradução de Berenice Xavier, uma curiosidade: Na primeira edição, de 1950, faltavam as epígrafes sobre as baleias [...]. A falta foi notada por Augusto Meyer, em artigo sobre o centenário do romance (depois recolhido em Preto & Branco). Nas edições seguintes, a José Olympio reintroduziu as epígrafes, em tradução de Olívia Krähenbühl, e aproveitou também para incluir a ‘epígrafe que escapou’ a Hermann Melville, encontrada por Meyer na Descrição da Ilha de Itaparica, do Frei Manuel de Santa Maria Itaparica”.

Na década de 1960, suas traduções se tornam mais esporádicas, concentrando-se na editora Civilização Brasileira. De acordo com Denise Bottmann, para a Revista InComunidade na edição de novembro de 2017, “não deixa de haver uma certa justiça poética no fato de que Berenice encerre sua carreira tradutória por onde começou: em que pese serem adaptações, aqui retornam A megera domada e O mercador de Veneza, com que ela estreara na Athena em 1936 e 1937”. Denise cita aqui a tradução de Berenice Xavier feita para os contos de Shakespeare pela editora Civilização Brasileira e lançado em 1970, que primeiramente foram adaptados por Charles e Mary Lamb. Tal volume traz as seguintes peças em adaptação em prosa para o público infanto-juvenil: A tempestade; Sonho de uma noite de verão; Conto de inverno; Muito barulho por nada; Como quiseres; Dois fidalgos de Verona; O mercador de Veneza; Cimbelino; O rei Lear; Macbeth; Tudo é bom quando acaba bem; A megera domada, A comédia dos erros; Medida por medida; A Noite dos Reis, ou o que quiseres; Timos de Atenas; Romeu e Julieta; Hamlet, príncipe da Dinamarca; Otelo; Péricles, Príncipe de Tiro.

Verbete publicado em 23 de December de 2019 por:
Jefferson Ebersol da Silva
Sheila Maria dos Santos

Bibliografia

Traduções Publicadas

Shakespeare, William. A Megera Domada. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: Athena Editora, 1936. (The Taming of the Shrew). Teatro.

Shakespeare, William. O mercador de Veneza. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: Athena Editora, 1937. (The Merchant of Venic). Teatro.

Tácito, Públio Cornélio. As histórias. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: Athena Editora, 1937. (Histories). História.

Sterne, Laurence . Viagem sentimental [na França e na Itália]. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: Athena Editora, 1939. (A SENTIMENTAL JOURNEY THROUGH FRANCE AND ITALY). Ficção.

Wells, H. G. Pequena história do mundo. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: José Olympio, 1944. (A SHORT HISTORY OF THE WORLD). Ficção.

Bristow, Gwen . Um romance do sul. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: José Olympio, 1944. Romance.

Brush, Katherine. Night Club. In: Os norte-americanos: antigos e modernos. [Por: Berenice Barreto Xavier]. são Paulo: Leitura, 1945. (Night Club). Conto.

Dickens, Charles. Uma história em duas cidades. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: José Olympio, 1946. (A Tale of Two Cities). Romance.

Piotr, Kropotkine. Em torno de uma vida - memórias de um revolucionário. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: José Olympio, 1946. (Autour d'une vie: mémoires). Biografia, Autobiografia, Memórias.

Koestler, Arthur. Cruzada sem cruz. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo: Instituto Progresso Editorial, 1948. (Arrival and Departure). Romance.

Faulkner, William. Luz de agosto. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre: Globo, 1948. (LIGHT IN AUGUST). Romance.

Balzac, Honoré de. Comédia humana. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre: Globo, 1948. (La comédie humaine). Romance.

Melville, Herman. Moby Dick. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: José Olympio, 1950. (Moby Dick). Romance.

Yerby, Frank. Turbilhão. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: José Olympio, 1952. (Floodtide). Romance.

 Harnberger, Theodore. Os Estados Unidos através de sua literatura. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E SAÚDE, 1953. (UNDERSTANDING THE UNITED STATES THROUGH FICTION). Estudos literários.

Yerby, Frank. O tesouro do Vale Aprazível. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: José Olympio, 1956. (The Treasure of Pleasant Valley). Romance.

Cronin, A. J. Sob a luz das estrelas. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: José Olympio, 1957. (The Stars Look Down). Romance.

Hemingway, Ernest. O sol também se levanta. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1966. (The Sun Also Rises). Romance.

James, Henry. A herdeira. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: BUP, 1967. (Washington Square). Romance.

Babel, Isaac. A cavalaria vermelha. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969. (Конармия,  English translation: Red Cavalry). Romance.

Shakespeare, William. Contos de Shakespeare. [Por: Berenice Barreto Xavier]. São Paulo, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1970. Conto.  

 

Referências

Não gosto de plágio. Blog. <http://naogostodeplagio.blogspot.com/> Acesso em 09 Dez 2019.

BOTTMANN, Denise. Berenice Xavier, um breve perfil. Revista InComunidade, Porto – Portugal, novembro de 2017.

Apresentação | Créditos | Contato | Admin

ISBN:   85-88464-07-1

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro de Comunicação e Expressão

Apoio:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Última atualização desta página

©2005-2022 - NUPLITT - Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução

Site melhor visualizado em janelas com mais de 600px de largura disponível.